terça-feira, 11 de junho de 2013

"A lei, no Brasil, só serve para político e vagabundo, não para trabalhador", afirma catador de papelão



Catador de papelão anônimo
Em declaração gravada por um cinegrafista amador, um catador de papelão e latas de alumínio emitiu a sua opinião sobre o estado do país. Questionou a suposta ausência de preconceito no Brasil, bem como os investimentos em educação.

Para o anônimo, a lei funciona "para político, polícia e vagabundo. Porque trabalhador é humilhado, envergonhado e vive assim [olhou para seu carrinho]". Expôs e comentou a imundície do país, abordando a utilidade dos catadores de papelão para a limpeza da cidade.

Denunciou que os catadores serão recolhidos da cidade em que atua - Belo Horizonte - devido ao desejo de governantes de remover catadores e pipoqueiros para a Copa do Mundo 2014.

Assista ao vídeo abaixo:


Qual é a sua posição a respeito? Você concorda com o que é exposto? Manifeste sua opinião e contribua para o diálogo democrático.

Lígia Ferreira é analista de sócio-mecanismos.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...