quinta-feira, 13 de junho de 2013

Datena afirma: "São 8 mil pessoas pacíficas, é o povo, e uma meia dúzia, apenas, depredando"



Datena comenta manifestações. Imagem: Reprodução
Datena, apresentador de telejornal, afirmou, repetidamente, por volta das 18h, que "a manifestação é pacífica. É o povo. Fazia muito tempo que não via uma manifestação democrática e pacífica assim. É o povo. O povo está descontente. Eu falei que ninguém queria aumento". 

Ressaltou que apenas uma minoria estaria praticando depredações, como um ônibus pichado e   um indivíduo que teria chutado um ônibus.

Após tal declaração, Datena salientou que preferiria não opinar mais sobre a legitimidade ou não da manifestação, comentando que o vandalismo é do interesse dos políticos, pois isto justifica a atuação da polícia, causando confrontos e depreciando a imagem dos manifestantes.

Frisou: "Isto é o que vejo até agora. Se começarem a depredar, prefiro não opinar, vou me limitar a relatar e noticiar o que está acontecendo. Até o momento, não teve depredação nenhuma, sem provocações de parte alguma, bem diferente de outras que aconteceram". Tal posição foi, em certa medida, destoante das constantes críticas aos movimentos contra o aumento das tarifas, os quais se focaram nos atos de vandalismo.

Salientou uma imagem provinda da câmera de um dos repórteres: "'Paz entre a polícia e o povo'. Eu não via isso há 200 anos".

Qual é a sua posição a respeito dos protestos que estão em curso? São legítimos? São de interesse político-partidário, de modo a manipular o "povo" ou têm razões fundamentadas, sendo protestos necessários ao desenvolvimento do país e de sua democracia, tendo em vista o estado atual da política brasileira?

Lígia Ferreira é analista de sócio-mecanismos.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...