domingo, 14 de julho de 2013

Governo russo volta a usar máquinas de escrever para evitar espiões


Máquina de escrever. Imagem: MercadoLivre
O departamento de segurança da Rússia, após revelações do ex-agente da CIA Ed Snowden, passou a procurar antigas máquinas de escrever, buscando utilizá-las como forma de proteger informações altamente sigilosas. 

Conforme denúncias de Snowden, a inteligência britânica espionou diversos delegados internacionais, inclusive Dmitry Mdvedev à época presidente.


Conforme relatado pela AFP, os agentes temem que conexões à Internet comprometam a segurança de dados valiosos e delicados.

Neste contexto, a Guarda Federal, responsável pela segurança do presidente Vladimir Putin, gastará cerca de US$14800,00 na compra de máquinas de escrever elétricas.

“Depois de escândalos envolvendo a distribuição de documentos secretos pelo WikiLeaks, as revelações de Edward Snowden e relatos de que Dmitry Medvedev teve suas conversas registradas durante sua visita à reunião do G20 em Londres, foi decidido que expandiríamos a prática de criar documentos em papel”, afirmou uma fonte da Guarda, conhecida como FSO, ao jornal Izvestia.

Qual é a sua opinião a respeito destes relatos e desta decisão?

Lígia Ferreira.

Com informações de Raw e TecMundo.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...