quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Publicado decreto de situação de emergência na Saúde de Maceió



Imagem: Reprodução / TV Gazeta
O prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), decretou situação de emergência na saúde pública do município. A declaração foi publicada no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (10).
De acordo com a publicação, foi considerado um relato feito pelo secretário municipal de Saúde, Jaelson Gomes, sobre o agudo desabastecimento de medicamentos e outros bens e serviços essenciais ao funcionamento regular da pasta, bem como a profunda precariedade de equipamentos e infraestrutura básica, que resulta no perigo generalizado à população.

A decisão foi tomada para dar celeridade em contratações e para a realização de obras e reformas sem a necessidade de licitação. Ainda de acordo com a prefeitura, esta foi a maneira que o gestor encontrou para amenizar os problemas encontrados na Saúde.

Segundo a Prefeitura de Maceió, a Secretaria Municipal de Saúde deverá apresentar, no prazo de cinco dias a partir desta quinta, um plano detalhado de trabalho, indicando cronograma de atividades ponderando de acordo com a criticidade das ações propostas, e certificando que são elas as vias adequadas e efetivas para a normalização do atendimento à saúde.

Ainda de acordo com o documento, a declaração de emergência terá o prazo de 60 dias consecutivos e ininterruptos de vigência para as compras e de 180 dias para obras e serviços.

A situação caótica do serviço oferecido pelo Município resulta em constantes reclamações da população. São postos de saúde sem médicos, carência de medicamentos que deveriam ser oferecidos gratuitamente, profissionais que reivindicam melhores condições de trabalho, entre outros problemas.

No último mês, a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Alagoas visitou o PAM Salgadinho para apurar denúncias de que o setor de fisioterapia da unidadade de saúde está sem funcionar há mais de um ano. De acordo com a coordenadora do setor, Lorella Chiapetta, a paralisação das atividades faz com que 300 pacientes deixem de ser atendidos todos os dias.

G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...