quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Em 2007, ministro de Lula garantiu que não haveria 'nenhum centavo' de dinheiro público em estádios para a Copa 2014


Lula e Orlando Silva. Imagem: O Povo
Em 2007, o ministro dos Esportes de Lula, Orlando Silva, garantiu que não haveria dinheiro público nos estádios que seriam construídos ou reformados para a Copa do Mundo FIFA 2014.

Apesar desta garantia, ocorreram ilimitados financiamentos públicos com juros muito abaixo do mercado, subsídios, isenções fiscais, além de investimento direto de recursos públicos federais e de outras esferas governamentais.

Leia abaixo alguns trechos da matéria de Brian Homewood, da Reuters, de 2007:

O Brasil não vai gastar "nenhum centavo" de dinheiro público na construção ou reforma de estádios para as partidas da Copa do Mundo de 2014, garantiu nesta terça-feira o ministro dos Esportes, Orlando Silva.
O ministro disse ainda que gostaria que as delegações e torcedores de todo o mundo viajassem o máximo possível pelo Brasil, apesar dos problemas recentes com o transporte aéreo.
"Os estádios para a Copa do Mundo serão construídos com dinheiro privado", afirmou Orlando Silva durante o Footecon, fórum internacional de futebol realizado no Rio de Janeiro.
Leia também:  Dilma Rousseff mentiu em pronunciamento sobre gasto de mais de R$1 bilhão em estádios da Copa, relatam jornalistas

"Não haverá um centavo de dinheiro público para os estádios", acrescentou.
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apresentou uma estimativa de gastos de 1,1 bilhão de dólares para os estádios da Copa.
Ele acrescentou: "Será a melhor Copa do Mundo de todos os tempos. A Copa do Mundo muda a percepção que o resto do mundo tem do país anfitrião."
Leia mais sobre o assunto:
Em 2009, Dilma prometeu que trem-bala estaria pronto para Copa 2014


Marcos Camponi
Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...