terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Bolsonaro pretende assumir Comissão de Direitos Humanos para suceder Feliciano


Imagem: Reprodução
O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) quer ser o sucessor do pastor Marco Feliciano (PSC-SP) na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados. Sua missão? “Dar continuidade ao trabalho do pastor”, segundo o mesmo.

Bolsonaro afirma que a primeira coisa que ele faria como presidente da CDHM seria votar a redução da maioridade penal. "Direitos humanos é para seres humanos e não para marginais”, afirma. “Quero ouvir naquela comissão gente ou pessoas que realmente precisam de nosso apoio e não bandidos”, diz.

Outra prioridade do deputado foi a respeito da Comissão da Verdade, instaurada para investigar crimes do período da ditadura militar no Brasil.

“Vamos fazer uma subcomissão da Verdade porque aquela Comissão da Verdade é uma piada. Nós queremos a verdade do que aconteceu no período glorioso de 31 de março até o final do governo Figueiredo, que pouca gente sabe ou se esqueceu”, diz o deputado.

O PT tem a maior bancada da casa e, por isso, tem prioridade para escolher quais comissões presidirá. O partido já sinalizou que a Comissão de Direitos Humanos é uma das prioridades para esse ano. Bolsonaro, porém, faz pouco caso e ironiza a posição do PT que, segundo ele, deveria buscar comissões "mais importantes".

Amanda Previdelli
Brasil Post
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...