terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Ministro usou avião da FAB para ir a São Paulo tomar posse em cargo incompatível


Imagem: Marcelo Cmargo / ABr
O ministro Arthur Chioro (Saúde) viajou a São Paulo, na noite de quinta-feira (20), em aeronave da FAB (Força Aérea Brasileira), para participar, no dia seguinte, de um compromisso privado.

Chioro tomou posse como professor da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e, para isso, precisou deixar temporariamente o cargo na sexta.

Sua exoneração, publicada no "Diário Oficial", durou menos de 24 horas: no final da tarde de ontem, ele foi "renomeado" ministro da Saúde em edição extra do "DO". Chioro será cedido ao ministério pela Unifesp.

Em sua agenda oficial de quinta ainda como ministro, consta a viagem de Tocantins a São Paulo no final da tarde. À noite, Chioro não teve compromissos oficiais na capital paulista.

Pelo decreto 4244/2002, que disciplina o uso de aviões da FAB por autoridades, os jatos podem ser requisitados quando houver "motivo de segurança e emergência médica, em viagens a serviço e deslocamentos para o local de residência permanente".

Chioro, que foi indicado para a vaga do ex-ministro Alexandre Padilha, este mês, tem residência em São Paulo. Segundo a assessoria do ministério, Chioro tem direito a usar a aeronave para se deslocar ao seu local de residência. A FAB reforçou a legalidade do deslocamento.

Há pelo menos uma semana, o ministro já planejava o desligamento "relâmpago" para assumir a vaga na Unifesp.

A rápida saída de Chioro, apenas 18 dias após assumir o ministério, levou algumas pessoas a acreditar que Dilma estava dispensando o ministro. Até mesmo o portal da "Imprensa Nacional" anunciou a "demissão" inesperada do petista.

Chioro foi aprovado em terceiro lugar num concurso realizado, em 2012, para preencher duas vagas da área de saúde coletiva, com remuneração estipulada em R$ 4.776 para 40 horas semanais.

Ambas as vagas foram preenchidas no início de 2013. Um ano depois, no fim do mês passado, e já convidado pela presidente Dilma para a Saúde, Chioro foi nomeado professor da Unifesp.

De acordo com a Unifesp, a nomeação do ministro Chioro foi possível com a aposentadoria de uma servidora no início de outubro de 2013.


Andréia Sadi, Flávia Foreque, Johanna Nublat e Natuza Nery/Folhapress
JCNet
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...