quarta-feira, 26 de março de 2014

Senador Mário Couto defende o impeachment da presidente Dilma; assista


Imagem: Reprodução
Em pronunciamento realizado nesta terça-feira, senador paraense diz que compra desastrosa de refinaria em Pasadena (EUA), pela Petrobras, que rendeu prejuízo bilionário ao Brasil, reúne elementos suficientes para abertura de processo contra a presidente petista. 

Couto vê corrupção também na Petrobras como um todo e afirma que a democracia brasileira está fragilizada pela concentração dos poderes nas mãos da presidente Dilma.


Ele mencionou a decisão do Conselho de Administração da Petrobras, presidido por Dilma à época, de aprovar a compra da refinaria Pasadena, nos Estados Unidos, a partir de um laudo considerado falho pela própria presidente. A atitude, na opinião de Mário Couto, configuraria ato de improbidade administrativa. A oposição afirma que o negócio resultou em prejuízo superior a US$ 1 bilhão.

- Isso aí é impeachment, claro, mas claro e cristalino. Só não é impeachmada se este Congresso não quiser impeachmá-la. Ela cometeu um crime e confessou o crime. Ela disse que assinou, mas não sabia o que estava assinando. Crime de improbidade administrativa.

Veja também:
Dilma gasta R$50 mil com papel higiênico aveludado, relata senador
Petição pedindo impeachment de Dilma ultrapassa 375 mil assinaturas

Saiba mais sobre o escândalo de Pasadena e a situação hodierna da Petrobras:

Leia também:

Folha Política com Agência Senado
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...