quarta-feira, 30 de abril de 2014

Dilma anuncia correção na tabela do Imposto de Renda e reajuste no Bolsa Família


Imagem: Reprodução
A presidente Dilma Rousseff anunciou na noite desta quarta-feira, 30, que a tabela do Imposto de Renda será corrigida. A afirmação foi feita em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão em homenagem ao Dia do Trabalho.

Dilma disse que assinou uma medida provisória para que a mudança seja efetivada, mas não especificou os valores da correção. “Isso vai significar um importante ganho salarial indireto e mais dinheiro no bolso do trabalhador”, disse.

Dilma anunciou também um reajuste de 10% no benefício do Bolsa Família. O objetivo, segundo ela, é fazer com que os 36 milhões de brasileiros beneficiários do programa Brasil sem Miséria permaneçam acima da linha da extrema pobreza definida pela Organização das Nações Unidas.

Leia também: 

No pronunciamento, a presidente assumiu ainda o compromisso de continuar a política de valorização do salário mínimo, que, segundo ela “tem sido um instrumento efetivo para a diminuição da desigualdade e para o resgate da grande dívida social que ainda temos com os trabalhadores mais pobres”.

Desafios. Numa referência aos trabalhadores do País, a presidente disse que “é com vocês e para vocês que estamos mudando o Brasil. Vocês que estão nas fábricas, nos campos, nas lojas e nos escritórios sabem bem que estamos vencendo a luta mais difícil e mais importante: a luta do emprego e do salário. Não tenho dúvida, um país que consegue vencer a luta do emprego e do salário nos dias difíceis que a economia internacional atravessa, esse país é capaz de vencer muitos outros desafios”.

Dilma disse ainda que, com esse sentimento, “garanto a vocês que temos força para continuar na luta pelas reformas mais profundas que a sociedade brasileira tanto precisa e tanto reclama: nas reformas para aperfeiçoar a política, para combater a corrupção, para aumentar a transparência, para fortalecer a economia e para melhorar a qualidade dos serviços públicos”.

Segundo ela, o seu governo tem o signo da mudança e, junto com os trabalhadores, vai continuar fazendo todas as mudanças que forem necessárias para melhorar a vida dos brasileiros, especialmente dos mais pobres e da classe média.

“Continuar com as mudanças significa também continuar lutando contra todo tipo de dificuldades e incompreensões, porque mudar não é fácil, e um governo de mudança encontra todo tipo de adversários, que querem manter seus privilégios e as injustiças do passado, mas nós não nos intimidamos.”

A presidente ainda destacou que os obstáculos são motivos para o recomeço mais forte amanhã. “Porque para mim as dificuldades são fonte de energia e não de desânimo. Se nem tudo ocorre no tempo previsto e desejado, isso é motivo para acumular mais forças, para seguir adiante e, em seguida, mudar mais rápido. É assim que se vence as dificuldades, é assim que se vai em frente”, afirmou.

Bernardo Caram, Ayr Aliski e Sandra Manfrini
O Estado de S. Paulo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...