terça-feira, 20 de maio de 2014

Washington Post destaca Estádio Mané Garrincha como exemplo de desperdício e superfaturamento


O site do jornal americano Washington Post divulgou um relatório da Associated Press sobre a preparação da Copa do Mundo no Brasil. O Washington Post descreveu alguns dos fatos “mais tristes” sobre corrupção e alta de preços. E o campeão foi o Estádio Mané Garrincha. Segundo o jornal, o Estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha) é o segundo mais caro da história do futebol, apesar de a capital federal não ter um grande time de futebol profissional.


O Washington Post destaca ainda que o relatório de um auditor independente calculou o custo de US$ 4,7 mil dólares para cobrir os gastos de transporte de arquibancadas pré-fabricadas para o Estádio de Brasília. Mas o consórcio construtor cobrou do governo um total de US$ 1,5 milhão. Isso é 318 vezes o custo original.

Leia também: 

“Isso é um monumento à tristeza nacional”, disse o segurança Paulo Rodrigues sobre o estádio de Brasília a Associated Press. “Eu não sou contra a Copa, mas estou frustrado com os gastos e a corrupção. Todos nós sabemos o que ela envolve. Quando os políticos constroem uma estrada, mesmo que haja propinas, pelo menos no final temos uma estrada. Com este estádio, não temos nada”. 

Álvaro Dias 
Blog do Álvaro Dias
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...