quinta-feira, 12 de junho de 2014

Dilma e Blatter são substituídos por pombos na abertura para evitar vaia


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A presidente Dilma Roussef e o presidente da Fifa, Joseph Blatter, nem sequer vão anunciar que a Copa-2014 está aberta na partida de estreia, entre Brasil e Croácia. Foi essa a informação dada pela Fifa e pelo governo federal nesta quinta-feira no Itaquerão. Eles serão substituídos por pombos para representar a paz. A decisão teve como objetivo evitar vaias ocorridas na Copa das Confederações.


Faz parte do protocolo do Mundial que os chefes-de-estado e o cartola comandante da Fifa discursem na abertura da Copa. Ocorreu em todas as edições anteriores. Dilma já tinha descartado o discurso, mas pelo menos se esperava que ela anunciaria a abertura do evento. Isso também não vai acontecer.

Leia também: 
Dilma é xingada pela torcida na abertura da Copa do Mundo

"Decidimos mudar um pouco a cerimônia"; afirmou a porta-voz da Fifa, Delia Fischer.  No lugar dos dois, haverá três crianças e uma revoada de pombos para representar a paz. O governo, no entanto, sabe que a presidente dificilmente escapará de vaias quando for enfocada pelas câmeras. Mas isso será rapidamente, o que diminuirá o constrangimento.

A presidente almoça nesta quinta-feira com os chefes-de-estado que vieram ao Brasil para a abertura. Serão apenas oito, de países pequenos, além do presidente da ONU, Ban Ki Moon. Isso torna a cerimônia de abertura esvaziada politicamente. Afinal, a expectativa do governo federal era de 19 chefes-de-estado viriam ao Brasil. Mas, de última hora, vários deles desistiram. Outros políticos devem vir durante as partidas.

Rodrigo Mattos
UOL
Editado por Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...