sexta-feira, 13 de junho de 2014

Globo “ignora” exoesqueleto na abertura da Copa do Mundo e é criticada na internet


Imagem: Reprodução / VejaSP
Um dos momentos mais aguardados da abertura da Copa do Mundo quase foi “esquecido” pela transmissão da TV Globo. A emissora oficial do Mundial exibiu ao vivo apenas poucos segundos do chute de Juliano Pinto, de 29 anos, com paraplegia completa de tronco inferior e membros inferiores. O que tornou seu movimento possível foi o exoesqueleto que usava. No momento, a TV dividiu a tela para mostrar imagens recuperadas da chegada do ônibus da seleção à Arena Corinthians.

O exoesqueleto, criado pelo neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis,  faz o que o sistema nervoso de seu usuário não consegue mais executar: transmitir comandos de movimento para as pernas. Em vez da medula espinhal, é usado um sistema de “interface cérebro-máquina” (ICM) que decodifica a atividade elétrica dos neurônios e a traduz em sinais eletrônicos digitais. O cérebro dá a ordem, o computador faz a ligação e o robô opera o movimento.

Leia também: 

O estudo, iniciado em 2001, teve sua primeira exibição pública.
Após a festa, a Globo exibiu o momento. Mas muita gente sentiu falta das imagens e criticou a emissora na internet.
Tiago Faria 
Veja São Paulo
Editado por Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...