quarta-feira, 16 de julho de 2014

Governo da Ucrânia quer proibir o Partido Comunista


Imagem: Reprodução
O governo ucraniano abriu hoje um procedimento judicial para proibir o Partido Comunista, acusado de apoiar o separatismo pró-russo no leste do país, anunciou o ministro da Justiça, Pavlo Petrenko, numa conferência de imprensa.


O Partido Comunista da Ucrânia (PCU), que assumiu abertamente uma posição pró-russa, elegeu 23 deputados dos 450 que compõem o parlamento ucraniano.

Desde o início dos confrontos com forças pró-russas, em março, as autoridades ucranianas acusaram repetidamente as estruturas locais do PCU de colaborarem ativamente com os separatistas.

"Baseando-me numa quantidade importante de provas de atividades ilegais do PCU, tomei a decisão de dirigir ao tribunal administrativo regional um pedido de proibição do Partido Comunista", disse o ministro.


O pedido já foi registado, mas não foi até ao momento apontada uma data para uma decisão.

O movimento separatista no leste da Ucrânia desencadeou-se após a destituição do presidente ucraniano Viktor Ianukovich, considerado pró-russo, com os rebeldes separatistas a recusarem reconhecer as novas autoridades pró-ocidentais no poder em Kiev.

Leia também:

Lusa
Notícias ao Minuto
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...