segunda-feira, 21 de julho de 2014

Ives Gandra Martins chama a Comissão da Verdade de "Comissão da Vingança"; veja o vídeo


Imagem: Reprodução / Facebook
Em discurso proferido no Clube Militar, o jurista Ives Gandra relembrou os fatos ocorridos no período militar, tais como a limitação da democracia, mas também lembrou as ações militares que impediram as guerrilhas terroristas, apadrinhadas por Fidel Castro, de transformar o Brasil em uma nova Cuba.


Veja o vídeo: 





Gandra lembrou das ações de grupos guerrilheiros que agiam não só em confronto com os militares, mas também explodiam supermercados e matavam pessoas inocentes. Afirmou que fatos como esses são ignorados pela chamada “Comissão da Verdade”, criada por Dilma para apurar crimes praticados no período militar. O jurista criticou a parcialidade das investigações, que acabam por manipular a História. Os crimes que têm sido apurados são unica e exclusivamente os cometidos por militares; as ações das guerrilhas simplesmente não entram em discussão e averiguação. 

Para Ives Gandra, essa comissão é uma comissão da “Vingança”, que visa tão somente manchar a imagem dos militares e formar uma opinião pública contrária ao Exército.

Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...