quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Eduardo Campos é uma das vítimas de queda de avião em Santos - SP


Imagem: 
O avião que caiu em Santos - SP pode ser a aeronave que estava levando o candidato Eduardo Campos em viagem. A assessoria do candidato informou que o candidato estava a caminho do Guarujá, em SP, onde não chegou, segundo informa o Jornal da Cultura. O falecimento do candidato acaba de ser confirmado pelo Jornal da TV Cultura. 

O Comando da Aeronáutica informa, em nota, que a aeronave que caiu em Santos (72 km de São Paulo) -- por volta das 10h, segundo a corporação -- é de modelo Cessna 560XL, prefixo PR-AFA. O avião decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto da Base Aérea de Santos, em Guarujá (86 km de São Paulo).

Segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o avião pertence a um particular (AF Andrade Empreendimentos e Participações Ltda.) e está com a documentação em dia.

"Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave. A Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os fatores que possam ter contribuído para o acidente", diz a nota, assinada pelo brigadeiro do ar Pedro Luís Farcic, chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica.

Leia também: 
'País não aguenta mais Sarney, Collor e Renan', diz Campos
Palácio do Planalto virou 'comitê eleitoral', diz Campos
Campos promete reforma tributária 'na primeira semana de 2015'
'Voluntários' da campanha de Campos e Marina querem dinheiro por sua colaboração

Ao menos quatro pessoas ficaram feridas. O acidente danificou imóveis do bairro do Boqueirão. Conforme testemunhas, o aparelho caiu entre as ruas Alexandre Herculano e Vahia de Abreu, que estão interditadas. Nesse bairro e no vizinho Campo Grande, há edifícios com helipontos – um centro de convenções, um templo da Igreja Universal do Reino de Deus e uma concessionária de automóveis. Por isso, é frequente o tráfego de helicópteros nas proximidades.

Segundo a Prefeitura de Santos, quatro pessoas foram resgatadas por equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas a gravidade dos ferimentos não foi informada. Há agentes do Corpo de Bombeiros, do Samu e da Defesa Civil no local.

As quatro pessoas removidas pelo Samu foram encaminhadas ao Pronto-Socorro Central, no bairro Jabaquara, com intoxicação e ferimentos causados por estilhaços. Não há informações sobre possíveis mortos, e o Corpo de Bombeiros de São Vicente (65 km de São Paulo) também ajuda no controle da situação.

A Defesa Civil informou que no mínimo cinco imóveis foram atingidos. Engenheiros da corporação avaliam o impacto nas estruturas.

Com informações do UOL e do Jornal da Cultura
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...