quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Funcionário flagrado em fraude da CPI vira assistente do gabinete de Graça Foster no Rio


Imagem: Pedro França / Agência Senado
Semanas depois da denúncia de uma suposta fraude da CPI da Petrobras no Senado, José Eduardo Sobral Barrocas foi transferido do cargo de gerente do escritório da companhia em Brasília para assistente do chefe de Gabinete da presidente Graça Foster no Rio de Janeiro. A mudança no cargo foi confirmada nesta quinta-feira (28) pela assessoria da Petrobras.


José Barrocas aparece em um vídeo divulgado pela revista “Veja” na primeira semana de agosto em que ele conversa com um advogado da Petrobras e uma terceira pessoa sobre perguntas que seriam feitas a diretores e ex-diretores da Companhia em audiência da CPI.

Leia também:
Youssef é 'mero bode expiatório num esquema muito maior', diz advogado

A reportagem da revista aponta que Barrocas diz ao advogado Bruno Ferreira que as perguntas enviadas ao ex-diretor da área internacional Nestor Cerveró foram elaboradas por um assessor do líder do governo no Senado, um assessor da liderança do PT no Senado e um servidor da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República.

Em nota, a Petrobras informou que Barrocas deixou o cargo no dia 18 de agosto “retornando ao Rio de Janeiro, sua cidade de origem, onde desempenha atualmente a função de assistente do chefe de Gabinete da Presidência”. Quem assumiu o lugar dele interinamente em Brasília foi Antonio Augusto Almeida Faria, atual chefe de Gabinete da presidente.

Questionada se a mudança no cargo e função foram uma solicitação do próprio Barrocas ou uma determinação da presidência, a assessoria da Companhia não se manifestou.

G1
Editado por Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...