sexta-feira, 15 de agosto de 2014

'Isso é coisa de quem não gosta de democracia', disse Campos ao prender agentes federais que o espionavam


Imagem: Reprodução/Jornal Grande Bahia
Em junho de 2013, a revista Veja noticiou a prisão de quatro agentes da Agência Brasileira de Inteligencia (Abin) que estariam espionando o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), supostamente a mando do Governo Federal. A publicação foi referenciada por diversas agências nacionais. De acordo com a revista, Campos declarou, ao mandar prender os agentes: "Tive de prender quatro agentes da Abin que estavam me monitorando. Isso é coisa de quem não gosta de democracia, de um estado policialesco". Leia abaixo a matéria de O Globo de junho de 2013:

RIO - A Polícia Militar de Pernambuco prendeu quatro agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), no dia 11 de abril deste ano, que espionavam a vida do governador Eduardo Campos, diz reportagem da revista "Veja" desta semana. Os agentes fingiam trabalhar no Porto de Suape, em Recife. Segundo a publicação, eles colhiam informações que pudessem ser usadas contra o pré-candidato à Presidência da República.
Os espiões, segundo a reportagem, se disseram operários e apresentaram documentos falsos a seguranças do porto. Acionada, a PM prendeu os espiões, que teriam pedido que não fossem feitos registros da prisão.
Veja também:
Quatro agentes da Abin foram presos por espionar Eduardo Campos a mando do Governo Federal
PT chamou Eduardo Campos de ‘tolo’, ‘playboy mimado’ e 'sem compostura'
Imprensa internacional noticia morte de Eduardo Campos
Marina não é automaticamente a nova candidata
Morte de Campos muda radicalmente eleições, diz 'Financial Times'
Maílson da Nóbrega diz que, agora, Marina é candidata 'natural'
Marina Silva embarcaria no avião que levava Campos, mas mudou agenda
De a acordo com a publicação, Eduardo Campos, contrariado, teria entrado em contato com com o general José Elito Siqueira, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República. Após a conversa, Campos teria dito a aliados que o general havia garantido que o trabalho dos espiões não tinha cunho político.
"Isso é coisa de quem não gosta de democracia"
- Tive de prender quatro agentes da Abin que estavam me monitorando - teria dito Campos, que ficou irritado: - Isso é coisa de quem não gosta de democracia, de um estado policialesco. (O Globo)
Veja também:
Marina na disputa pode ser ruim para Dilma e Aécio, diz Icap
Morte de Eduardo Campos embaralha sucessão presidencial
Dilma sancionou lei que decreta sigilo de investigação de acidentes aéreos
Datafolha e Ibope adiam novas pesquisas após morte de Campos
Tragédia muda cenário eleitoral e causa pânico no mercado financeiro
Candidato ao senado diz que petistas comemoraram morte de Campos e causa polêmica
Veja o vídeo que os filhos de Eduardo Campos fizeram para seu aniversário
"Não vamos desistir do Brasil", dizem representantes do PSB
Denise Abreu lembra morte de denunciante do mensalão e diz que queda de avião de Campos deve ser rigorosamente investigada
Veja as últimas palavras de Eduardo Campos sobre Dilma

Lígia Ferreira
Folha Política
Editado por Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...