sexta-feira, 15 de agosto de 2014

No primeiro evento como presidente do STF, Lewandowski diz que juízes devem ganhar mais


Imagem: Estadão Conteúdo
No primeiro evento do qual participou como presidente eleito do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Ricardo Lewandowski defendeu a melhor remuneração dos juízes do País. Ao destacar os desafios da profissão em evento organizado pela Associação dos Magistrados Brasileiros, Lewandowski disse que há, atualmente, uma "defasagem muito grande dada a espiral inflacionária". O ministro saiu aplaudido por uma plateia de juízes que participavam de evento sobre Justiça restaurativa.


Ao deixar o local, Lewandowski contou que durante sua gestão à frente do Supremo pretende facilitar e permitir que os juízes tenham "todas as condições de melhorar a prestação jurisdicional". "Seja do ponto de vista de equipamento, do ponto de vista humano e também, por que não, uma remuneração condigna", completou.

Leia também:

O ministro foi eleito na quarta-feira, 13, pelos colegas para assumir a presidência do STF. A posse deve ocorrer no início de setembro. Lewandowski é também vice-presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), João Ricardo Costa, disse acreditar em uma relação "republicana" da entidade com o atual presidente da Corte. A expectativa é de que as relações melhorem, na comparação com a gestão de Joaquim Barbosa. As entidades ligadas à magistratura acusavam Barbosa de não ouvir a categoria e assumir postura "isolacionista".

Diálogo 
Lewandowski voltou a defender uma gestão pautada pelo diálogo entre o Judiciário e os demais poderes, associações e sociedade em geral. O maior desafio à frente do STF, reiterou o ministro, será dar vazão rápida aos julgamentos de recursos extraordinários com repercussão geral, cerca de 600 atualmente.

Veja também:

O ministro defendeu também uma mudança na mentalidade dos magistrados para buscar meios alternativos de resolução de conflitos. "Não é mais possível que o judiciário mantenha sua postura tradicional. É preciso mudar a cultura da magistratura, parar com essa mentalidade de que todos os problemas sociais serão resolvidos mediante ajuizamento de processo", disse Lewandowski.

Beatriz Bulla, Estadão Conteúdo
Via Yahoo
Editado por Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...