sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Correios em São Paulo abrem exceção para o PT e entregam milhões de panfletos de Dilma


Imagem: Reprodução/Portal Álvaro Dias
Denúncia do jornal “Estado de S.Paulo” de hoje revela que os Correios abriram uma exceção para o PT e distribuíram quase cinco milhões de panfletos de campanha da presidente Dilma Rousseff, sem chancela ou comprovante de que houve postagem oficial (a chancela serve para demonstrar que houve pagamento para o envio, de forma regular, da propaganda eleitoral). 

Segundo o “Estadão”, a exceção para os petistas foi aberta pela ECT a partir de um comunicado interno da instituição em São Paulo, no qual a empresa autoriza, em caráter “excepcional”, a postagem dos folders na modalidade de mala postal domiciliária (MPD). A Diretoria Regional Metropolitana, responsável pelo aval à distribuição dos panfletos, é chefiada por Wilson Abadio de Oliveira, afilhado político do vice-presidente da República, o peemedebista Michel Temer.

Veja também:


Os panfletos distribuídos pelos Correios destacam realizações em programas federais como o Mais Médicos e o Brasil Sorridente. “Mais cuidados, mais investimentos, mais futuro. Campinas pode sempre contar comigo”, diz Dilma na propaganda. De acordo com a matéria do “Estadão”, a distribuição dos panfletos regionalizados sem estampa oficial fez com que parte dos carteiros se rebelasse, ameaçando não entregá-los. Além disso, motivou denúncia das entidades que os representam à Justiça Eleitoral, que cobrou explicações à estatal. Carteiros informaram que, ao questionarem seus chefes sobre os panfletos de Dilma, enviados em caixas aos setores dos Correios, foram orientados pelos gestores dos centros de distribuição a entregá-los como estavam.

Portal Álvaro Dias via Estadão
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...