sábado, 18 de outubro de 2014

Além do irmão Igor Rousseff, Prefeitura de Belo Horizonte empregou ex-marido de Dilma com salário de R$13,5 mil


Imagem: Reuters
Além do irmão Igor Rousseff, o ex-marido da presidente Dilma Rousseff (PT) Cláudio Galeno de Magalhães Linhares integrou o quadro da Prefeitura de Belo Horizonte como funcionário comissionado. Ele exerceu cargo de confiança por cinco anos durante a administração do petista Fernando Pimentel (PT), recém-eleito governador de Minas, e de seu sucessor e então aliado Marcio Lacerda (PSB). Galeno atuou como consultor técnico especializado, nomeado para atuar diretamente no gabinete do prefeito, com salário que chega hoje a R$ 13.569,68.

A nomeação do ex-marido de Dilma ocorreu em maio de 2005. Quatro anos depois, em janeiro de 2009, quando o mandato de Pimentel se encerrou, ele foi exonerado do cargo. Galeno voltou à prefeitura em abril de 2009, já na administração do recém-eleito Lacerda, dessa vez como gerente de 1º nível da Gerência de Acompanhamento de Colegiados. O salário para esse cargo atualmente é de R$ 8.544,04.

Veja também:
Oscar Schmidt faz duras críticas a Lula, ao PT e defende a pena de morte no Brasil; veja o vídeo
Envolvimento de Eike Batista com o governo do PT pode gerar escândalo muito maior que o Mensalão
Manifestantes queimam bandeira do PT; assista ao vídeo
'Tenho vontade de registrar este texto em cartório, para depois mostrar aos eleitores da Dilma', diz Jabor em artigo polêmico
Fundador do PT faz graves denúncias contra o Bolsa Família e o PT; assista
Site lista 13 momentos em que o PT censurou jornalistas, políticos e o próprio povo brasileiro
Lutador Anderson Silva pede que o povo se una para tirar o PT do poder; assista ao vídeo

Na gestão de Lacerda, que em seu primeiro mandato era apoiado pelo PT e pelo PSDB, Galeno integrou o Comitê Governamental de Gestão Participativa e também o Conselho Fiscal da Belotur, empresa municipal de turismo. Ele saiu da prefeitura em 5 de julho de 2010, data da publicação de sua exoneração no Diário Oficial do Município (DOM).
Dilma Rousseff, Cláudio Galeno e Fernando Pimentel, que foi também ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior da presidente, eram amigos da época de juventude em Belo Horizonte. Na década de 1960, eles militavam no Comando de Libertação Nacional (Colina), organização de esquerda que combateu a ditadura militar.

Veja também:



Galeno e Dilma se casaram em 1967, em um cartório civil com a presença de familiares e poucos amigos. O casamento não durou mais de dois anos. Em 1969, os dois militantes, já na clandestinidade, fugiram da capital mineira para o Rio. Pouco depois, Galeno foi para o Rio Grande do Sul, a pedido do Colina, e Dilma continuou no Rio. O militante participou no ano seguinte de sequestro de avião em Montevidéu, Uruguai, e ficou refugiado em Cuba. Assim como Dilma, Galeno se casou novamente.

IRMÃO Mais velho dos irmãos, Igor Rousseff também esteve na Prefeitura de Belo Horizonte com cargo de confiança durante a gestão de Pimentel, fato questionado em debate presidencial do SBT/Alterosa, anteontem, pelo candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB). Igor, que é advogado, foi nomeado assessor especial de Pimentel em setembro de 2003, pouco depois de o petista assumir a prefeitura, com a aposentadoria do então prefeito Célio de Castro. Em 1º de janeiro de 2005, ele foi exonerado da função.

Três meses depois, o irmão de Dilma, que na época era ministra da Casa Civil do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, voltou à prefeitura como assessor especial da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Informação. Ele exerceu o cargo por três anos e 10 meses, até 1º janeiro de 2009, quando se encerrou o mandato de Pimentel. Assim como Igor Rousseff, todos os servidores que não tinham cargos efetivos na estrutura da administração municipal foram exonerados.

Veja também:
'É oficial. O PT quer a minha cabeça', diz Danilo Gentili
Azevedo denuncia que vice-presidente do PT 'pediu a cabeça' de jornalistas e pede ajuda a internautas
Marcelo Madureira, do Casseta & Planeta, responde à 'lista negra' do PT: 'Pode vir que eu não tenho medo'; veja
Após criticar o PT, Bruno Gagliasso é ofendido e atacado nas redes sociais
De Paris, 'Repórteres sem Fronteiras', importante na proteção a jornalistas, critica 'lista negra' do PT
'O ódio está no DNA do PT, Lula e Dilma são covardes, vivem de pregar a divisão', acusa jornalista; assista
Demitido do SBT, José Nêumanne Pinto acusa diretor da emissora de ter ligação com o PT
'Fui um dos otários que antes caiu no conto do vigário do PT; a maioria dos que estão apoiando agora recebeu uma fortuna', diz Feliciano
Em entrevista, Gentili diz que PT é autoritário e que o país está regredindo quanto à liberdade de expressão
Agricultor se revolta e desabafa contra o PT e Dilma; veja o vídeo

Vídeo relacionado

 

Renato Scapolatempore
Estado de Minas
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...