quarta-feira, 1 de outubro de 2014

OAB virou Ordem dos Advogados Bolivarianos, diz Rodrigo Constantino


Imagem: Reprodução / Veja
Rodrigo Constantino, colunista da revista Veja, tece nesta coluna duras críticas à OAB, após a impugnação do pedido de registro de Joaquim Barbosa. 

Para Constantino, já há tempos a OAB se partidarizou, mas nesta ocasião ela teria se superado. 


Leia abaixo a íntegra do texto: 


A OAB merece há algum tempo trocar o significado de sua sigla de Ordem dos Advogados do Brasil para Ordem dos Advogados Bolivarianos. Não é de hoje que a entidade vem tomando sempre partido ideológico e político no país – e o partido errado ainda por cima! Já condenei a OAB em alguns artigos. Mas dessa vez ela se superou.
O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Distrito Federal, Ibaneis Rocha, pediu a rejeição do registro de advogado do ex-presidente do Superior Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa. Aposentado desde o final de julho, Barbosa solicitou a reativação do documento no último dia 12. Em parecer encaminhado na última sexta-feira para a comissão de seleção, que julgará se concede ou não o registro, Rocha afirmou que Barbosa “não atende aos ditames do Estatuto da Advocacia”. O colegiado é formado por doze conselheiros e deve julgar o pedido até a próxima terça-feira.

Leia também:
Presidente da OAB-DF nega carteira a Joaquim Barbosa, mas registro do mensaleiro Dirceu é mantido

Ao longo das quatro páginas do documento, Rocha enumerou uma série de desentendimentos entre Barbosa e advogados. Um dos casos citados se deu em março do ano passado durante votação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), do qual Barbosa também era presidente. Após os conselheiros decidirem aposentar um juiz acusado de relação indevida com advogados, Barbosa afirmou que havia “muitos juízes para colocar para fora”. E continuou: “Esse conluio entre juízes e advogados é o que há de mais pernicioso. Nós sabemos que há decisões graciosas, condescendentes, absolutamente fora das regras”. A afirmação provocou manifestação conjunta Conselho Federal da OAB, da Associação dos Juízes Federais (Ajufe) e Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).
É ou não é patético? Então Barbosa não atende aos ditames do Estatuto da Advocacia? Quem atende? Dias Toffoli? Lewandowski? Um ministro do STF que não atende a tais ditames é realmente um espanto! Será que a OAB deve ser blindada contra críticas agora? O novo quesito para receber a autorização é ser “petralha”, talvez?
Como disse um advogado conhecido, a OAB está parecendo mais um grêmio estudantil de escolares mimados, fazendo beicinho raivoso como retaliação ao ministro. É a decadência de nossas instituições sob o PT. O país como um todo está mais infantil, mais ideológico, mais autoritário.
Resta saber se os movimentos raciais vão se manifestar em defesa de Joaquim Barbosa alegando racismo, o que certamente aconteceria se o rejeitado fosse também negro, mas camarada do PT. Com a palavra, Frei David Santos, da Educafro…

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...