sábado, 22 de novembro de 2014

Petrolão financia projeto de poder do Foro de São Paulo, diz Aluízio Amorim


Imagem:  Roberto Stuckert Filho/PR
Em seu blog, Aluízio Amorim fala da matéria publicada pela revista Veja, com a revelação de um email de Paulo Roberto Costa para Dilma Rousseff, que mostra que a presidente tinha conhecimento da corrupção e teve a possibilidade de desbaratar o esquema, mas não o fez

Amorim afirma que a reportagem de Veja revela algo que a imprensa vem escondendo: que a corrupção instalada no governo tem por objetivo "conseguir a adesão e o apoio irrestrito ao projeto do Foro de São Paulo cujo objetivo é transformar o Brasil em mais um republiqueta comunista bolivariana".





Leia abaixo trecho do texto de Aluízio Amorim: 

A reportagem-bomba da revista Veja que chega às bancas no raiar deste sábado corrige a visão enviesada que as matérias da imprensa “alternativa” da turma do PT, representada principalmente pela Folha de S. Paulo, Estadão e o O Globo oferecem aos leitores na tentativa de promover a operação-abafa sobre o escândalo do petrolão. Essa reportagem-bomba de Veja é um furo magnífico que faz zerar até aqui todos os esforços empreendidos pelos psicopatas e depravados que editam os jornalões, o Jornal Nacional e outros menos votados, mas que também se esmeram em evitar aquilo que vai se tornando inevitável: o impeachment da Dilma e, ato contínuo, para usar uma expressão policialesca com convém ao fato, a provável proscrição do PT. Aliás, como já afirmei em outros textos aqui neste blog, o PT não é um partido político, mas um movimento comunista que dirige o Foro de São Paulo, entidade fundada por Lula e Fidel Castro em 1990 destinada a transformar a América Latina numa tal URSAL - União das Repúblicas Socialistas da América Latina, cuja capital é Havana.
Leia também:




Segundo Veja, “Paulo Roberto Costa enviou e-mail a Dilma Rousseff em 2009, quando ele estava à frente da diretoria de Abastecimento da Petrobras, e ela, da Casa Civil do governo Lula. Na mensagem, o pivô do petrolão passa por cima de toda a hierarquia da estatal para advertir o Planalto das irregularidades detectadas pelo Tribunal de Contas da União e sugerir uma solução política para o problema. O governo seguiu sua orientação.”
A revelação da matéria de capa de Veja faz todo o sentido. A roubalheira da Petrobras é parte do esquema. Os bilhões desviados dessa estatal são usados pelo PT e o Foro de São Paulo para estabelecer o que Lula e seus sequazes denominam de “hegemonia do partido”. O enriquecimento ilícito de alguns, dentre eles os donos das empreiteiras e seus cupinchas predadores dos cofres públicos, é apenas um dos aspectos nojentos da trama comunista do Foro de São Paulo. Significa uma parte do ato de assassinar a democracia e a liberdade, ou seja, o dinheiro serve para comprar o apoio que o PT jamais teria para estar há 12 anos no poder. Com esses bilhões de reais roubados dos cofres públicos, ou seja, o dinheiro que é de todos os brasileiros, o PT compra consciências, obtem o apoio total e irrestrito de todos aqueles que tinham o dever constitucional de impedir a instalação de uma ditadura comunista bolivariana no Brasil. É por isso que o Congresso Nacional está completamente comprado. Igualmente o Supremo Tribunal Federal e o Tribunal Superior Eleitoral, haja vista que este último contratou a empresa venezuelana Smartmatic, alvo de sérias denúncias, conforme publiquei aqui no blog, para operar todo o serviço de votação eletrônica eleitoral.
Esta é a questão principal que vai além do roubo desses bilhões da Petrobras: conseguir a adesão e o apoio irrestrito ao projeto do Foro de São Paulo cujo objetivo é transformar o Brasil em mais um republiqueta comunista bolivariana. E esse projeto diabólico está tão avançado que já tem o respaldo do Congresso Nacional e de praticamente de todos os ministros da Suprema Corte de Justiça, além da grande imprensa brasileira cujas redações de seus veículos são controladas pelos esbirros do PT e Foro de São Paulo sob a complacência criminosa de seus proprietários, sobrando apenas a revista Veja e seu site na internet. O resto faz parte da camorra comunista. Deve-se acrescentar também que além desses pontos de apoio via aparelhamento, os maiores empresários brasileiros estão de braços dados com o PT e o Foro de São Paulo. Acreditam que uma ditadura comunista bolivariana será para eles o paraíso na Terra, quando então não terão mais os estorvos eventuais do Legislativo, do Judiciário, do Tribunal de Contas da União e, por consequência, da revista Veja e dos jornalistas independentes que restam neste país. Vislumbram poder viver em eterno festim diabólico e orgiástico enquanto pisoteiam os cadáveres dos dissidentes.

Veja também:



Luciana Camargo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...