quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Protógenes afirma que juiz da Lava Jato é ameaçado e denuncia aparelhamento do STF e do STJ


Imagem: Lula Marques / Folhapress
Não reeleito para a Câmara dos Deputados na próxima legislatura, o ex-delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) disse em entrevista exclusiva ao R7 que "existe um aparelhamento" na estrutura do Judiciário, nas supremas cortes, tanto no STJ (Superior Tribunal Federal) quanto no STF (Supremo Tribunal Federal). Segundo o parlamentar, que deixa o Congresso no dia 31 de janeiro próximo, as decisões da Justiça estão muito distantes da Constituição Federal.



O ex-delegado ficou nacionalmente conhecido em 2008, após a atuação na operação Satiagraha da Polícia Federal, que apurou um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro que prendeu banqueiros e investidores, entre eles Daniel Dantas, dono do Banco Oportunity. Recentemente, ele foi julgado por uma turma do STF e perdeu o cargo na PF.

Nesta entrevista ao R7, o deputado disse que Sergio Moro, juiz responsável pelo processo envolvendo os investigados pela Operação Lava Jato, tem recebido telefonemas, ameaças e pressões. 

— Não é a Justiça, o Judiciário, que está atuando no Lava Jato. É o juiz Sergio Moro, assim como o juiz Fausto de Santis, que atuou a operação Satiagraha.


Veja também: 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...