quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Comissão da Câmara aprova pedido para discutir fragilidades das urnas eletrônicas brasileiras


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A Comissão de Ciência e Tecnologia,  Comunicação e Informática da Câmara aprovou,  nesta quarta-feira (10), requerimento do deputado  Izalci (PSDB-DF) que pediu a realização de audiência pública para discutir vulnerabilidade em  programas utilizados pelo Tribunal Superior  Eleitoral (TSE), durante a eleição.

De acordo com a proposta do deputado, em setembro deste ano, um mês antes das eleições, foi protocolada no TSE, endereçada ao ministro Dias Toffoli, petição assinada pela Dra. Maria Aparecida Cortiz, representante do PDT dentro do tribunal, relatando uma série de vulnerabilidades no código fonte dos sistemas e programas que foram, posteriormente, utilizados nas eleições presidenciais.

Veja também:
Hacker diz ter fraudado eleições no Brasil sem invadir urna eletrônica
TSE não fará teste público das urnas eletrônicas antes das eleições; especialistas condenam atitude
Jornalista se indigna e diz que urnas eletrônicas brasileiras são 'uma estupidez nacional'; assista
Juiz eleitoral afirma que adulterar urna eletrônica é mais fácil que infectar computador com vírus
'As urnas eletrônicas brasileiras são motivo de vergonha', diz engenheiro pela USP
Advogado e ex-ministro questiona a segurança das urnas eletrônicas
Secretário de TI do TSE responde a algumas críticas às urnas eletrônicas
'É preciso ter fé para confiar nas urnas eletrônicas', diz procuradora e professora da FGV
Mulher relata situação absurda ao tentar votar; assista ao vídeo
Vídeo denuncia urna eletrônica computando votos sozinha; veja
Jornalista denuncia que urnas eletrônicas podem ter sido fraudadas e viraliza na internet; veja
Homem encontra registros de votos jogados fora e atinge milhões de pessoas; veja o vídeo
Ex-funcionário da fabricante das urnas eletrônicas brasileiras faz graves denúncias; veja o vídeo
Ativista denuncia urnas fraudadas e pede ajuda para impeachment; veja vídeo

Entre as vulnerabilidades apresentadas foi relatada a presença de um programa independente e separado dos demais, denominado “programainserator.ccp” , sendo que sua existência não revela propósito claro, caso vulgarmente conhecido como o de um “programa pirata”.

Além desta grave denúncia, segundo Izalci, foram apresentadas outras fragilidades bastante relevantes, com potencial para colocar em risco a integridade do sistema e a própria lisura das eleições.

Pelo parecer do deputado, devem ser convidados os representantes do PDT, que assinaram as petições no TSE, signatários do TSE e especialistas em Ciência da Computação com conhecimentos sobre o sistema utilizado pelo Tribunal.

Com as informações relatadas na petição e as informações repassadas pelos convidados, o deputado espera que a audiência dê a todos os partidos elementos para que decidam sobre a conveniência e a necessidade de requerer ao TSE o direito à auditoria, posterior às eleições.

Veja também:
Assista ao vídeo do 1º Fórum Nacional de Segurança em Urnas Eletrônicas, realizado pelo ICMC/USP
'A urna brasileira tem a mesma falha que adolescentes já tinham descoberto em 1995', diz professor da UnB
'A urna eletrônica brasileira é a mais ultrapassada do mundo', diz especialista que violou o sistema
Grupo hacker diz que urnas eletrônicas do Brasil são propositalmente falhas e acusa vulnerabilidades
94 municípios têm registro de supostas fraudes em urnas eletrônicas em 2012. Veja a lista

Vídeos relacionados

Site do Deputado Izalci
Editado por Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...