terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Costa responsabiliza conselho de administração da Petrobras por compra de Pasadena


Imagem: Dida Sampaio / Estadão
O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato, disse há pouco que a responsabilidade pela compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, é do conselho de administração da estatal.

“A responsabilidade final de aprovar uma compra de um ativo como Pasadena é 100% do conselho de administração. A Petrobras tem uma diretoria que faz uma indicação”, afirmou. Segundo Costa, eximir o conselho pela compra da refinaria é um erro.

Ele participa de uma acareação com Nestor Cerveró, ex-diretor da Área Internacional – responsável por conduzir a compra de Pasadena – na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras.

Leia também: 

“Pasadena é apenas um iceberg”, disse o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), em relação à compra da refinaria e aos desvios de recursos da estatal.

TCU

Em acórdão em julho, o Tribunal de Contas da União (TCU) apontou prejuízo de 792 milhões de dólares na compra da refinaria de Pasadena. A corte, porém, isenta de responsabilidade a presidente da República Dilma Rousseff, que presidia o conselho de administração da estatal na época em que o negócio foi aprovado, em 2006.


Veja também: 



Agência Câmara
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...