quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

MP afirma que DF desviou dinheiro de escolas para festa de Réveillon


Imagem: Reprodução / TV Globo
Um levantamento do Ministério Público aponta que o governo do Distrito Federal desviou verbas destinadas à comida de presos e à reforma de escolas para fazer a festa de Réveillon.

Os promotores enviaram os dados para a Justiça e pediram novamente o cancelamento do evento. Mas apesar dessa polêmica toda, a estrutura está montada e a festa está mantida.


O Tribunal de Justiça informou que o recurso será analisado, mas só quando o recesso do Judiciário acabar, ou seja, depois da festa, em janeiro. O governo do Distrito Federal não quis se manifestar. Os promotores enviaram os dados para a Justiça e mais uma vez pediram o cancelamento da festa.

Leia também: 

Servidores querem salário, não comemoração. Mas festa vai ter. Salário, não. Ao todo, 30 mil aguardam o pagamento de R$ 199 milhões. Professores estão sem décimo-terceiro. “É vergonhoso ser professor na capital do Distrito Federal. É vergonhoso", lamenta uma professora.

Enquanto manifestantes protestavam em frente à sede do governo do Distrito Federal, o cenário da comemoração de Ano Novo era arrumado. Vai custar mais de R$ 1,6 milhão. A Justiça autorizou a festa, apesar do pedido de cancelamento feito pelo Ministério Público. Os promotores pediram que a decisão seja revista.

Entendem que para arcar com a festa de réveillon foram cancelados recursos de áreas prioritárias, como os para alimentação de presidiários, reforma de escolas, transporte de alunos e limpeza pública.

Leia também: 


O Ministério Público diz ainda que, como o governo não honrou os pagamentos, o gasto com a festa na Esplanada dos Ministérios é inaceitável. A Justiça está de recesso e, por isso, não vai analisar o pedido dos promotores nesta quarta-feira (31). Estão programados nove shows de música e queima de fogos. Ainda de acordo com o Ministério Público, a dívida vai ficar para o novo governador, Rodrigo Rollemberg, do PSB. 

A passagem de ano e do governo será com Brasília cheia de mato, lixo pelas ruas, servidores indignados e com um só desejo: respeito.

O governo do Distrito Federal informou que, para fazer a festa de Réveillon, vai usar o dinheiro de empenhos cancelados e que só na terça-feira (30) entraram R$ 780 milhões em caixa.

Veja também: 

 

G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...