domingo, 15 de março de 2015

Caiado diz que agora responsabilidade pelo Estado de Direito é do Congresso e do Judiciário


Imagem: Reuters
Após as manifestações deste domingo e o pronunciamento dos ministros Cardozo e Rosseto, o senador Ronaldo Caiado manifestou-se, através de sua página do Facebook, comentando a insensibilidade da presidente e de seus representantes, que, segundo ele, "não têm a mínima sabedoria para entender o que aconteceu". Caiado compara Dilma a Luís XIV e diz que, dada a insensibilidade de Dilma ao clamor popular, cabe agora ao Congresso e ao Judiciário "tomar as decisões e preservar o estado democrático de direito no país". 
Leia também: 

Leia abaixo o texto postado por Caiado: 

Confesso: imaginei que o governo teria uma humildade de admitir o momento político. Pensei isso ao voltar das manifestações com aquela multidão, e pelo que vi na televisão em outras capitais do país. Mas foi ligar a TV e perceber que Cardozo e Rosseto, os emissários da presidente Dilma, não têm a mínima sabedoria para entender o que aconteceu. Foi uma entrevista tão desconectada da realidade e mais uma vez essa tentativa de jogar a responsabilidade na reforma política. Foi extremamente deselegante com todos os brasileiros a definição rasa dos manifestantes sendo pessoas que não votaram em Dilma. Quer dizer que não interessa mais ao governo ouvir 51 milhões de brasileiros em relação às decisões à frente do país? Pela lógica do ministro, hoje Dilma só governa então para 7% da população, que é o número revelado na última pesquisa de pessoas que ainda aprovam a sua gestão. A responsabilidade agora recai 100% sobre os ombros do Congresso Nacional e do Judiciário. Se a Dilma ao estilo Luís XIV é insensível ao clamor popular, esses dois poderes têm que tomar as decisões e preservar o estado democrático de direito no país.

Veja também: 





 

  

Luciana Camargo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...