segunda-feira, 23 de março de 2015

TCU multa presidente do BNDES por omitir dados de empréstimo à Friboi


Imagem: Reprodução / DP
O Tribunal de Contas da União decidiu multar o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, por tentar manter indevassável a “caixa preta” dos negócios do banco. Alegou “sigilo bancário” para não detalhar o aporte bilionário de dinheiro do Tesouro, via BNDES, no grupo JBS Friboi. O TCU não pediu detalhes da movimentação bancária da empresa, só valores e resultados do investimento, mas foi ignorado por Coutinho.


A recusa ao TCU valeu a Luciano Coutinho a multa de R$ 10 mil. O pedido foi reiterado, e com nova recusa a multa passará a R$ 30 mil.

Leia também:

Uma terceira desobediência poderá tornar o presidente do BNDES proibido de exercer função pública. E pode perder o emprego.

Luciano Coutinho tentou “explicar” a desobediência a ministros do TCU. Foi ignorado. Por sua assessoria, diz não ter sido notificado da multa.

É antiga a aversão de órgãos como Petrobras e BNDES ao TCU. Seus gestores sempre acham que não devem explicações dos seus atos. 

Veja também: 







Cláudio Humberto via Diário do Poder
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...