terça-feira, 7 de abril de 2015

Homem que teve filha espancada na Venezuela por protestar emociona o mundo e alerta o Brasil; veja vídeo


Imagem: Reprodução/Youtube
Indignação de homem que teve a família reprimida na Venezuela serve de alerta ao Brasil, cada vez mais próximo do regime "bolivariano" que domina o país vizinho


Em um evento com a presença de Pablo Iglesias, líder do Podemos, partido espanhol de esquerda, um homem se levantou e o encarou. Extremamente nervoso, perguntou aos gritos se, entre os trabalhos de assessoria que Iglesias teria prestado ao regime chavista da Venezuela estava também a repressão nas ruas contra a sua filha, sua família e o país.


Leia também:

"Estão matando os jovens da Venezuela", denunciou o homem. "A minha esposa não pode comprar papel higiênico nem comida. O senhor assessorou o governo da Venezuela para isso?", ele perguntou, em frente a Iglesias. Por fim, Casillas foi retirado do recinto pela equipe de segurança.

O lider do Podemos se defendeu das acusações dizendo: "Jamais orientei alguém a reprimir ou golpear pessoas. Não assessorei ninguem para deixar uma nação em uma situação econômica difícil nem para machucarem crianças", continuou. Iglesias afirmou que atitudes como a do camareiro mostram "o medo daqueles que não se atrevem a discutir com argumentos", e rechaçou os que "utilizam a ameaça e os gritos".

O homem que se manifestou, Alberto Casillas, falou à imprensa após o evento:

"É o mesmo discurso fácil, cheio de amor e esperança, que depois se transforma em uma tragédia brutal e criminosa. É o mesmo sistema, só aperfeiçoado. Mas os 15 anos de repressão serviram para alguma coisa. Como eu poderia permitir que este regime copie a Venezuela e se instaure em meu país? Não posso permitir!"

Vídeos relacionados



Com informações de El Mundo e El Huffington Post España
Traduzido por Ficha Social
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...