terça-feira, 14 de abril de 2015

PSDB encomenda ação penal contra Dilma e a usará como motivo para impeachment


Imagem: José Cruz / ABr
Estimulado por pesquisa mostrando um maior apoio ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, o PSDB pediu que Miguel Reale Júnior, ministro da Justiça no governo FHC, elabore uma ação penal contra Dilma Rousseff pela "pedalada fiscal" realizada pelo governo no ano passado, segundo informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo. Reale ainda analisa o caso para saber se há viabilidade jurídica. 

Se ela for julgada pelo Senado por crime de responsabilidade, poderia sofrer impeachment. A coluna destaca que o partido quer embasar a ação em pareceres de auditores e do Ministério Público junto ao TCU que apontam que o governo descumpriu a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) através do adiamento do repasses a bancos públicos para melhorar as contas em 2014.

Leia também: 

A percepção da oposição é de que, depois de uma queda expressiva dos manifestantes no último domingo, parte dos tucanos avaliam que, se o partido "não for ao ataque", pode repetir a trégua que deu ao então presidente Lula em 2005, após o mensalão.

Ontem, o deputado federal Bruno Araújo (PSDB-PE) defendeu que o PSDB formalizasse um pedido de impeachment da presidente. 

"A minha posição é a de que chegamos ao limite de uma insatisfação clara e expressiva que deve ser construída, de forma legítima e dentro das regras constitucionais, em forma de um pedido de impeachment da presidente Dilma. Não venha o PT falar em golpe porque eu li na tribuna da Câmara um pedido de impeachment assinado por José Genoino (ex-presidente do PT) contra Fernando Henrique Cardoso. Todos sabem onde está José Genoino e onde está FHC. O PSDB tem de evoluir pra isso, essa será minha defesa dentro do partido. A partir de amanhã [hoje] seguramente teremos a discussão política a respeito disso", afirmou Araújo.

A última pesquisa Datafolha, divulgada no sábado, mostrou que 63% dos entrevistados apoiam a abertura de processo contra Dilma, mas menos da metade sabe que, caso Dilma saia, quem assume é o vice-presidente e que o vice é Michel Temer (PMDB).

Veja também: 




Lara Rizério
Infomoney
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...