terça-feira, 16 de junho de 2015

Lula ganhou até R$ 815 mil por palestra e recebeu fortuna de empresa investigada na Lava Jato, diz revista


Imagem: Reprodução / O Globo
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o Instituto Lula receberam uma fortuna — cerca de R$ 4,5 milhões — da Camargo Corrêa, uma das empreiteiras suspeitas de participar dos esquemas de corrupção identificados pela Operação Lava Jato da PF (Polícia Federal). A empresa chegou a pagar mais de R$ 800 mil por duas palestras de Lula.


O montante recebido por Lula e seu instituto, segundo investigações da PF, foi dividido assim: R$ 1,5 milhão para a LILS Palestras e Eventos e Publicidade LTDA., por conta das palestras, e outros R$ 3 milhões para o Instituto Luiz Inácio Lula da Silva. As informações estão na edição deste sábado (13) da revista Veja.

Leia também: 

Conhecido como o pai dos pobres no Brasil, já que supostamente acabou com a fome no País, o ex-presidente só viaja em jatinhos e exige hospedagem em hotéis cinco estrelas nos países para onde vai palestrar.

Em setembro de 2011, Lula embarcou para Portugal para palestrar sobre a crise econômica mundial a pedido da Camargo Corrêa. O ex-presidente ganhou cerca de R$ 340 mil pela apresentação, conforme a revista.

Pouco tempo depois, a Camargo Corrêa chegou a pagar R$ 815 mil por apresentações de Lula em Moçambique e África do Sul em novembro de 2012.

Oficialmente, o ex-presidente foi aos países africanos para trabalhar por “cooperação em políticas públicas e ampliação das relações internacionais”. Porém, Lula trabalhou para diminuir a resistência à Camargo Corrêa no País.

Em junho de 2013, mais um tour de palestras pagas pela Camargo Corrêa, de acordo com apuração da revista. Lula viajou à Colômbia, Peru e Equador para tratar de uma “América Latina mais justa e igualitária”. O patrocínio da viagem foi de R$ 375 mil ao ex-presidente.

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, admite que as palestras são o ganha-pão do ex-presidente. Em entrevista à Veja, Okamotto avisou que a responsabilidade por organizar contratos, logística e valores das palestras de Lula é dele, mas não soube precisar quanto Lula faturou com palestras. Okamotto afirma que o Instituto “cobra um cachê” pelas apresentações.

Leia também: 

— Eu peguei essa ideia de ex-presidentes americanos, europeus e até dos ex-presidentes aqui do Brasil. E foi uma maneira de pedir doação para o instituto. O que eu acho estranho são as críticas.

Em abril, o núcleo de Combate à Corrupção da Procuradoria da República em Brasília abriu uma investigação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por tráfico de influência internacional e no Brasil.

A investigação visa apurar “supostas vantagens econômicas” obtidas pela Odebrecht entre 2011 e 2014. Foi a primeira vez que o ex-presidente e seus negócios apareceram nas investigações da Operação Lava Jato, que apura um esquema de corrupção dentro da Petrobras da ordem de R$ 6 bilhões.

Veja também: 

     

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...