quarta-feira, 17 de junho de 2015

TCU dá 30 dias para que Dilma explique contas e julgamento é adiado


Imagem: Ed Ferreira / Estadão
O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu que vai pedir à presidente Dilma que se explique, em um prazo de 30 dias, sobre as suspostas irregularidades na prestação das contas de 2014. Com isso, o julgamento que teve início nesta manhã será adiado.


A expectativa para a decisão era grande diante da possibilidade de condenação, o que seria um fato histórico. Normalmente, a Corte aprova as contas, mas com ressalvas. 

O governo é acusado de ter feito uma dívida paralela de R$ 37,1 bilhões em função de atrasos de pagamentos de benefícios, subsídios e outras faturas, caso que ficou conhecido como pedaladas fiscais.

Leia também: 

O relator do processo é o ministro Augusto Nardes. O evento lotou o plenário da Corte, que até distribuiu convites para o julgamento. Estão presentes parlamentares da oposição e os ministros Luís Inácio Adams, da Advocacia Geral da União (AGU) e Valdir Simão, da Controladoria Geral da União (CGU).

Nardes elencou em seu voto as irregularidades apontadas pela área técnica da Corte no Balanço Geral da União. Na proposta, ele indicou, portanto, que há elementos para a rejeição das contas da presidente, mas optou por abrir um prazo para que a presidência se pronuncie.

Veja também: 

 




Fábio Fabrini
O Estado de S. Paulo
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...