sábado, 4 de julho de 2015

Ricardo Pessoa entregou à Justiça a contabilidade da corrupção, e os documentos apontam para Dilma


Imagem: Reprodução
O empresário Ricardo Pessoa, da UTC, prometeu desde a sua prisão que entregaria provas da corrupção na Petrobras. Com a homologação de seu acordo de delação premiada, algumas dessas provas já foram entregues à Justiça. A revista Veja teve acesso aos documentos e, em reportagem de Robson Bonin, relata: "O empreiteiro entregou à Justiça dezenas de planilhas com movimentações financeiras, manuscritos de reuniões e agendas que fazem do seu acordo de delação um dos mais contundentes e importantes da Operação Lava-Jato. O material constitui um verdadeiro inventário da corrupção".


Entre os documentos, encontra-se a planilha reproduzida acima, com os dados da campanha da presidente Dilma e os contatos. O responsável pela emissão do recibo "oficial" é o tesoureiro da campanha, atualmente ministro da presidente Dilma. 

Leia também: 
Derrota de Dilma no TSE em processo sobre campanha deixa PT em alerta

Segundo o delator, ele doou 7,5 milhões de reais à campanha depois de ser "convencido" por Edinho Silva. Ricardo Pessoa relatou que o tesoureiro de Dilma o abordou da seguinte forma: "O senhor tem obras no governo e na Petrobras, então o senhor tem que contribuir. O senhor quer continuar tendo?".

Veja também:







Luciana Camargo
Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...