sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Caiado diz que Dilma deveria ter dado voz de prisão ao presidente da CUT


Imagem: Reprodução / Facebook
Em sua conta no Facebook, o senador Ronaldo Caiado criticou a fala do presidente da CUT, que incitou os sindicalistas a pegar em armas contra os manifestantes que pedem o impeachment de Dilma. Segundo o senador, a fala de Vagner Freitas é "um atentado contra o estado democrático de direito", mas fica ainda mais grave por ter sido dita no interior do Palácio do Planalto e na presença da presidente. Para Caiado, Dilma deveria ter dado voz de prisão ao sindicalista. 
Leia abaixo o texto postado por Caiado: 

A Polícia Federal e a Justiça já alertaram que a bandidagem se instalou no Palácio do Planalto. Só não sabíamos que a pistolagem também. Essa declaração de "pegar em armas" do presidente da CUT, Vagner Freitas, é um atentado contra o estado democrático de direito. O que mais impressiona é a presidente da República permitir isso dentro do Palácio do Planalto, sede do Executivo brasileiro. Dilma no mínimo deveria ter repreendido esse sujeito que ameaça a população brasileira que deseja protestar e ter dado voz de prisão. Foi um dos episódios mais graves contra a democracia desde o seu restabelecimento. Já vou encaminhar ofícios ao Ministério da Justiça pedindo que a Polícia Federal investigue esse grupo e que seja garantida a segurança dos manifestantes no domingo. Vou acionar também o Ministério Público e a OAB. Não vamos nos retrair com ameaças. Isso aqui é democracia, não é Venezuela! Dilma e a CUT precisam se retratar!

Leia também: 
Grupos anunciam megamanifestação para 16 de agosto: 'Não vamos pagar a conta do PT'

Veja o vídeo com a fala do presidente da CUT:


Veja também: 




Luciana Camargo
Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...