sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Generais respondem a presidente da CUT: 'Cuidado com a língua, o Brasil só tem um Exército e qualquer grupo armado terá de enfrentá-lo'


Imagem Ilustrativa: Montagem / FP
Em resposta às polêmicas declarações de Vagner Freitas, presidente da CUT, segundo as quais militantes da CUT iriam "pegar em armas" para impedir que a presidente Dilma Rousseff saia do poder, o Clube Militar deu uma resposta incisiva, por meio de artigo assinado pelo General Gilberto Rodrigues Pimentel, Presidente do Clube Militar. Leia abaixo:

CUIDADO COM A LÍNGUA
       Em recente artigo, observamos que a situação de desgoverno e de caos do país lembrava a de 1964. Fomos interpelados por alguns leitores, temendo ver em nossas palavras uma ameaça velada de intervenção militar, sem considerar que o Clube Militar não tem competência para tal, inclusive por ser uma entidade de direito privado, sem qualquer vínculo de subordinação com as Forças Armadas.          Sua influência restringe-se ao campo das ideias, quando procuramos interpretar o pensamento da maioria de nossos associados.          Comentamos, poucos dias depois, que o diálogo prometido pela Presidente Dilma iria limitar-se aos 7% da população que ainda apoia seu governo.          Ontem o “diálogo” começou. Após um encontro de Dilma com os “movimentos sociais” no Palácio do Planalto, o Presidente da CUT, Vagner Freitas, ameaçou “pegar em armas” em defesa do governo. Declarou estar preparado com “armas” e um “exército” para barrar qualquer tentativa dos “coxinhas” de tirá-la do poder. Na defesa do governo, declarou estar pronto para ir para as ruas entrincheirado, com armas na mão.          À noite, em programa de televisão de audiência nacional, afirmou que houvera um mal-entendido, que não pensara em incitar a violência, que usara uma figura de linguagem ao falar em armas. Disse, também, que seu exército era composto de organizações de trabalhadores, greves e atos públicos, na defesa da democracia. Naturalmente, referia-se à sua democracia sindicalista, dona do monopólio do poder e da verdade, no seu entendimento.          É bom lembrar que o Brasil só tem um Exército, que dispõe legalmente do monopólio da força, em defesa do Estado Brasileiro. Qualquer outro grupo armado que venha às ruas terá que enfrentá-lo.        Cuidado com a língua e com as ameaças, Vagner Freitas. Você terá oportunidade de esclarecer em juízo o verdadeiro sentido de suas palavras, na ação que será movida a esse respeito.Gen Gilberto Rodrigues Pimentel é Presidente do Clube Militar.



Congresso Nacional

O deputado Domingos Sávio, do PSDB/MG, culpou o ex-presidente Lula e a presidente Dilma pelas ameaças de Stédile, do MST, e de Vagner Freitas, da CUT. Sávio refere-se a eles como cúmplices de tais declarações, afirmando, ainda, que o povo brasileiro não se intimidará e irá às ruas. Assista ao vídeo:


O deputado federal e delegado Fernando Francischini anunciou, nas redes sociais, que pediu a prisão preventiva de Vagner Freitas, presidente da CUT, e abertura de inquérito contra Lula e Dilma por cumplicidade na participação de atos de ameaça à população. “Francischini acabou requerer ao PGR a Prisão Preventiva do Presidente da CUT por Apologia ao Crime e Formação de Quadrilha, bem como a abertura de Inquérito Criminal contra Dilma e Lula por conivência com possíveis ações contra a população brasileira que irá as ruas no dia 16!!!”, relatou ele. Veja o vídeo:


Em hangout com Marcello Reis, Beatriz Kicis e Eder Borges, o jornalista Paulo Eduardo Martins explicou o que acontecerá caso MST e CUT cumpram a promessa de “pegar em armas” para evitar que Dilma seja retirada do poder. Assista ao vídeo:



Marcello Reis, fundador da organização Revoltados ON LINE, explodiu em indignação e pediu a imediata prisão do presidente da CUT, Vagner Freitas, após o mesmo convocar os militantes de esquerda a saírem armados às ruas para evitar a queda da presidente Dilma Rousseff. Assista ao vídeo:




Kim Kataguiri e Fernando Holiday, do MBL, exigiram que a presidente Dilma Rousseff faça uma retratação, nacionalmente, após o presidente da CUT, Vagner Freitas, convocar – ao lado de Dilma - os militantes de esquerda a saírem armados às ruas para evitar a queda da presidente. Além disso, Marcello Reis, do Revoltados ON LINE, anunciou que irá à Polícia Federal pedir a prisão de Freitas. Assista aos vídeos:


Veja o vídeo com a fala do presidente da CUT:
PT perde poder para aliados e vai gerir menor volume de recursos em 12 anos
Fundadora do PT que disse odiar a classe média recebe R$23 mil por mês dos cidadãos brasileiros
“Votar em Dilma seria exercer o direito de ser idiota”, diz fundadora do PT
"Dirceu me disse que Bolsa Família são mais 40 milhões de votos", afirma Hélio Bicudo, ex-petista
Decepcionados com o PT, ex-eleitores assinam manifesto em apoio a Aécio Neves
'O PT está fazendo de tudo para levar o país ao caos social e à guerra civil', diz colunista sobre conflito com militares


Leia também: 
General critica ministro da Defesa de Dilma por declarações sobre o MST: 'antiético e imoral'
Coronel Moézia gera polêmica ao dizer que agora é hora de 'radicalizar' contra o PT
General chama petistas de ‘vendilhões corruptos’ e afirma: ‘O Brasil tem dono. É o povo brasileiro’; veja vídeo
General critica o Governo Dilma e exalta o Regime Militar em palestra no Clube Militar
PT e filho de Zé Dirceu propõem que quem pedir intervenção militar seja preso
Generais se posicionam a favor do impeachment de Dilma: 'Collor foi afastado por muito menos'
Coronel chama Dilma de ‘chefe de quadrilha’ e diz que está disposto a dar a vida em luta armada contra guerrilheiros do PT; veja vídeo
General Rômulo Bini responde a ameaça de Lula e alerta: 'As Forças Armadas estarão à frente'
General chama Lula de 'hiena desesperada' e responde a ameaça: 'Vamos encarar e ir à luta'
General diz que atitude de novo ministro da Defesa de Dilma é imperdoável
Marcha pedindo impeachment de Dilma e intervenção militar finaliza na Praça da Sé, veja imagens
Exército brasileiro possui munição para uma hora de guerra
Comando Militar do Sudeste descobre que Cuba infiltrou militares no Mais Médicos
Bolsonaro diz que há exército de cubanos no Brasil e que poderá haver derramamento de sangue; assista ao vídeo
General Paulo Chagas pronuncia-se contra o PT, expõe planos do partido e atinge milhares de pessoas; veja
'Não acredito nas lágrimas de crocodilo da terrorista que governa este país', diz general Arlenio Souza da Costa
FHC critica 'Marcha da Família' e diz que 'população não quer mudar o regime' 
Coronel Moézia chama comandantes militares de covardes e traiçoeiros
General apoia manifestações que pedem o impeachment de Dilma e fala sobre intervenção militar; veja

Redação
Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...