sábado, 5 de setembro de 2015

Câmara cortará gastos para constranger Dilma


Imagem: Antonio Cruz / ABr
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, prepara plano chamado de “economia confortável”, que consiste na redução de custos das atividades dos deputados federais. É uma medida popular destinada a devolver dinheiro para o Orçamento da União, ajudando a cobrir rombo de R$ 31 bilhões. O “sacrifício” do Legislativo é a nova pressão sobre Dilma, que pensa em aumentar impostos para fechar suas contas.


Cunha conversou com o deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), e revelou que ainda continua afinado e fechado com a oposição.

Leia também: 

Devem sofrer cortes áreas como divulgação do mandato, passagens, diárias e saúde de suas excelências na Câmara. 

Cunha reconhece que desagradará servidores, concursados e comissionados, mas a medida tem amplo apelo na população.

Veja também: 






Cláudio Humberto via Diário do Poder
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...