quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

'Antes tarde do que nunca', diz co-autora do pedido de impeachment


Imagem: Reprodução / TV Cultura
Uma das autoras do pedido de impeachment aceito por Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a advogada Janaina Paschoal criticou a demora para a abertura do processo, mas elogiou a decisão do deputado.

"Até imaginei que nós teríamos essa decisão antes, mas antes tarde do que nunca. A gente realmente fez um pedido atendendo a todos os requisitos legais, trazendo todos os fatos. Do ponto de vista técnico, a decisão dele [Cunha] é inquestionável. Entendo que, do ponto de vista político, também é uma decisão muito importante, porque inicia um processo que vejo como um resgate do Brasil", comemorou.
Leia também:

Questionada sobre o momento do anúncio por Cunha --horas após deputados petistas manifestarem apoio ao início do processo de cassação de seu mandato--, Janaina minimizou.

"Se o presidente da Câmara tinha algum outro interesse com essa decisão, acredito que esse interesse fica menor quando se percebe a importância dessa decisão para a nação. Até acho que ele, como um de seus últimos atos, quis fazer um bem para o país", respondeu.

Segundo Janaina, Cunha deu início a um "processo complexo" que envolverá todos os deputados e senadores, o STF (Supremo Tribunal Federal) e outras autoridades. "Não é um ato do Cunha. [Além disso,] Não tem que ficar com preocupação se tinha interesse, se não tinha interesse. Ele tem legitimidade, ele é o presidente da Câmara." 

Veja também: 




 





Reynaldo Turollo Jr
O Estado de S. Paulo
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...