terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Deputado petista que participará da comissão do impeachment é conhecido como “dólar na cueca”


Imagem: Saulo Cruz/Agência Câmara
Um dos indicados para a Comissão do Impeachment pelo PT é o deputado José Guimarães, que é líder do governo na Câmara. Guimarães é amplamente conhecido pelo público por ser irmão de José Genoino, mas principalmente pelo evento dos "dólares na cueca".



Em 2005, quando o mensalão já causava dores de cabeça para o governo e arrastava para o centro do escândalo o irmão do deputado, o ex-presidente do PT José Genoino, o assessor de Guimarães, José Adalberto Vieira, foi preso no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com 100.000 dólares na cueca, além de outros 209.000 reais guardados em uma maleta. O funcionário viajaria para Fortaleza, berço eleitoral do petista.

Leia também: 

De acordo com o Ministério Público, os dólares eram uma propina que Guimarães iria receber por intermediar um financiamento entre um consórcio de energia e o Banco do Nordeste do Brasil. A Justiça, porém, livrou o líder do governo do processo em 2012, sob o argumento de que não havia elementos que ligassem o deputado ao dinheiro apreendido com o assessor.

Além do episódio dos "dólares na cueca", Guimarães também se tornou conhecido por defender o controle da imprensa. Ainda durante a campanha, o deputado garantiu que o PT iria controlar a mídia após a reeleição da presidente Dilma.

Veja também: 






Luciana Camargo, com informações de Veja
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...