domingo, 20 de dezembro de 2015

Ministra Rosa Weber salvou Dilma duas vezes no mesmo dia


Imagem: Montagem / Folha Política
O site o Antagonista, em post intitulado "Rosa Weber, dilmista de berço", chama a atenção para o fato de que o voto da ministra Rosa Weber no STF, na sessão que levou o impeachment de volta ao início, não foi o único voto favorável à presidente dado pela ministra naquele dia. Mais cedo, a ministra Rosa Weber tinha votado pela extinção de um processo contra Dilma no TSE, pelo uso dos Correios na campanha de 2014.

Leia abaixo o post do Antagonista:  

Não foi apenas na votação no Supremo que Rosa Weber mostrou seu completo alinhamento ao Palácio do Planalto. Horas antes, ela e Luciana Lóssio salvaram Dilma Rousseff no TSE ao votarem pela extinção da representação que acusava a chapa petista de uso dos Correios na campanha de 2014.
Leia também: 
Auditoria do TCU conclui que Correios foram usados de forma irregular na campanha de Dilma
PF deflagra operações mirando Postalis e SBM
Correios querem cortar um quarto do salário dos empregados para cobrir rombo em fundo de pensão

Gilmar Mendes chegou a pedir a condenação de Wagner Pinheiro e Thomas Traumann, mas foi voto vencido, assim como Dias Toffoli e Henrique Neves. Votaram com Rosa e Lóssio, Maria Thereza e Herman Benjamin.
Sempre é bom lembrar que Rosa é amiga de Carlos Araújo, ex-marido de Dilma.


Veja também: 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...