quarta-feira, 16 de março de 2016

Grupos pró e anti-Lula se enfrentam em frente à sua casa em São Bernardo


Imagem: Glauco Araújo/G1
A Polícia Militar e a Guarda Civil fazem um cordão de isolamento para separar grupos de manifestantes pró e contra Luiz Inácio Lula da Silva na Avenida Prestes Maia, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, onde fica o prédio do ex-presidente, na noite desta quarta-feira (16). O clima é tenso no local. Lula não está em casa.

A avenida está interditada nos dois sentidos.

Os manifestantes contrários ao governo federal são maioria no local e ocupam uma das pontas da avenida. Os policiais e guardas civis se posicionaram em frente ao prédio de Lula para separar os dois grupos. Em momentos mais tensos, a PM chegou a apontar arma para manifestantes pró-Lula.

Leia também: 

Segundo a polícia, houve um princípio de confusão que foi rapidamente contido.

O juiz Sérgio Moro retirou nesta quarta-feira (16) o sigilo de interceptações telefônicas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As conversas gravadas pela Polícia Federal incluem diálogo desta quarta com a presidente Dilma Rousseff, que o nomeou como ministro chefe da Casa Civil.

Lula esteve pela manhã em Brasília e no meio da tarde voltou para São Paulo. Ele participou de uma reunião no Instituto Lula, na Zona Sul da capital.

O advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, disse na noite desta quarta-feira que a divulgação do áudio da conversa entre a presidente Dilma Rousseff com Lula é uma 'arbitrariedade' e estimula uma 'convulsão social".

Um grampo envolvendo a presidência da república é um fato muito grave. Esse ato está estimulando uma convulsão social. Isso não é papel do Poder Judiciário", disse Zanin na porta do Instituto Lula, onde o ex-presidente, nomeado nesta quarta ministro da Casa Civil, ficou reunido até por volta de 20h15. "A arbitratriedade independe do conteúdo do grampo."

"Não tenho avaliação do conteúdo da conversa. É um momento inoportuno, já houve a perda da competência do caso. Não havia necessidade de fazer a divulgação desse áudio. Acaba por gerar uma convulsão social", disse Zanin.

Veja também: 







 





Glauco Araújo
G1
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...