sexta-feira, 22 de abril de 2016

Delação de dono da Engevix pode levar ex-marido de Dilma à cadeia


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A revista Época teve acesso a proposta de delação do dono da Engevix, José Antunes Sobrinho, preso desde setembro de 2015, na Lava Jato. A proposta, que contém cerca de 30 anexos, foi entregue aos procuradores do Ministério Público Federal pelos advogados de Antunes.

Os documentos estão divididos em partes que relatam o envolvimento de pessoas diferentes e seus respectivos crimes. Na proposta de delação de José Antunes Sobrinho figuram personagens como José Dirceu, João Vaccari, Edinho Silva, Erenice Guerra e o ex-marido da presidente Dilma Rousseff, o advogado Carlos Araújo.

Leia também: 

O dono da Engevix confirma a existência de esquemas de desvios e superfaturamento em grandes contratos de serviços públicos em obras da Petrobras, Eletronuclear, Furnas, Infraero e Belo Monte. O empreiteiro informou que pagou ao ex-marido de Dilma Rousseff, Carlos Araújo para que influenciasse suas relações com o Planalto e o aproximasse do núcleo corrupto do PT no governo. O dono da Engevix confirmou ter pago R$ 239 mil apenas para que uma pessoa próxima ao Planalto o apresentasse ao ex-marido de Dilma.

A partir do momento em que teve acesso ao ex-marido de Dilma, Antunes confirma que teve vários encontros com Carlos Araújo para tratar de contratos e liberação de recursos milionários.

Veja também:






Imprensa Viva
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...