sexta-feira, 29 de abril de 2016

'O diabo foi exposto aqui na comissão do impeachment', diz senador Ronaldo Caiado


Imagem: Reprodução / TV Senado
Após a professora doutora Janaína Paschoal ser duramente atacada pela senadora Fátima Bezerra, o senador Ronaldo Caiado criticou a estratégia petista de atacar os autores do pedido de impeachment. O senador lembrou que a presidente Dilma afirmou que podia "fazer o diabo para ganhar a eleição", e afirmou: "o diabo foi exposto aqui na comissão do impeachment". 

Assista: 


Leia também: 
Cantanhêde, da Globo News, aborda vexame para Dilma da 'Miss Bumbum' e constrangimento de sucessivos fracassos; veja
Dilma é denunciada na Corte Interamericana de Direitos Humanos
Senador Ronaldo Caiado escancara 'escandalosos' crimes continuados de Dilma e derruba discurso de 'golpe'; veja
'Você é considerada uma das piores presidentes do mundo', humilha jornalista da CNN ao entrevistar Dilma; veja
Silvio Santos faz sucesso ao fazer chacota de votação do impeachment e propor 'solução' para torná-la eficiente; veja
Ruralista vai propor a Temer mudar Constituição para Exército atuar contra o MST
Ativista faz grave denúncia de recrutamento do MST e da CUT em escolas; veja vídeo
Malta diz que argumentos de defesa contra impeachment são condizentes com programa de humor
Jornalista 'trucida' o PT ao denunciar como eles desmoralizaram o Brasil e a democracia; veja

O senador Caiado comentou sua própria intervenção na sua página do Facebook. Leia: 

Todos os telespectadores da TV Senado estão convencidos dos crimes cometidos pela presidente Dilma após exposição da professora Janaína, que mesmo com o patrulhamento do governo mostrou uma posição corajosa pelo conteúdo e conhecimento jurídico. Os senadores da base agridem porque não têm argumentos e são discípulos de uma presidente que afirmou e fez o diabo para ganhar a eleição. E o diabo foi exposto aqui na comissão do impeachment. A presidente quis transformar o Congresso em puxadinho do Planalto ao enviar projeto de mudança da meta fiscal e já editar decretos com crédito suplementar sem aprovação do parlamento. Não satisfeita, a presidente usou os bancos oficiais dirigidos por seus asseclas para pagar programas sociais ao mesmo tempo em que passou a bancar empresas campeãs e ditaduras amigas, dinheiro que depois voltou em forma de caixa 2. Os crimes estão claros e não vamos nos intimidar com clima de terror que o PT tenta implantar no país com novas invasões do MST. Dia 6/5 vamos votar e admitir o impeachment no Senado e dia 11/5 vamos concretizar no plenário o afastamento da presidente Dilma.

Veja também: 

 


 


Luciana Camargo
Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...