terça-feira, 19 de abril de 2016

Dilma manda liberar R$ 50,5 milhões a deputados do PR que votaram contra impeachment


Imagem: Dida Sampaio / Estadão
O Palácio do Planalto mandou liberar recursos do Ministério da Integração Nacional para pagar R$ 50,5 milhões de emendas parlamentares de deputados do PR que votaram contra o impeachment. O partido orientou seus deputados a votar contra o impedimento. No entanto, dos 40 parlamentares da legenda, 26 votaram a favor da saída de Dilma, dez votaram contra, três se abstiveram e uma faltou. O único senador do PR que se declara contra o impeachment até o momento, Vicentinho Alves (TO), também tem emendas contempladas com R$ 5,3 milhões, o que eleva o montante oferecido para R$ 55,8 milhões.


Leia também: 

De acordo com planilha obtida pelo Estado, seis dos dez deputados favoráveis ao governo foram beneficiados. O documento indica que R$ 10,5 milhões já foram empenhados. A relação chegou ao ministério na última sexta-feira, 15, e os empenhos foram feitos na manhã de segunda-feira, 19, um dia após a votação. O deputado José Rocha (BA) foi o que recebeu promessa de maior liberação de recursos – R$ 19 milhões.

Em relação aos empenhos já realizados, o deputado Vicentinho Júnior (TO), é o destinatário de um total de R$ 4,5 milhões. O deputado Édio Lopes (RR) teve R$ 6 milhões empenhados.

A lista continua com R$12 milhões a serem liberados para Wellington Roberto (PB), R$ 6 milhões para João Carlos Bacelar (PR-BA) e R$ 3 milhões para Aelton Freitas (MG), líder da bancada.

Outros quatro deputados votaram contra o impeachment, mas não aparecem na lista de deputados do partido que tiveram emendas contempl2adas: Brunny (MG), José Carlos Araújo (BA), Lúcio Vale (PA) e Zenaide Maia (RN). Os deputados Gorete Pereira (CE), Sebastiao Oliveira (PE) e Vinícius Gurgel (AP) se abstiveram. A deputada Clarissa Garotinho (RJ) está no final de uma gestação e não apareceu para votar.

Senado. Dos quatro senadores do PR, apenas um se declara contra o impedimento, segundo o Placar do Impeachment do Estadão. Vicentinho Alves já teve empenhados R$ 5,3 milhões.

Blairo Magi (MT), Magno Malta (ES) declararam-se a favor do impeachment. Wellington Fagundes (MT) se diz indeciso.

Veja também: 

 



Andreza Matais e Daniel Carvalho

O Estado de S. Paulo
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...