sexta-feira, 15 de abril de 2016

'Repetem essa papagaiada do golpe porque não têm argumentos', diz Miguel Reale Jr na Câmara


Imagem: Alex Ferreira / Câmara dos Deputados
Miguel Reale Jr falou à Câmara na abertura da sessão, apresentando o pedido de impeachment. Reale refutou a ideia de que trata-se de um golpe: "Golpe, sim, houve, quando se sonegou a informação de que o país estava quebrado". 

Reale Jr refutou ainda a afirmação de que "não há crime". E perguntou: "qual é o crime mais grave, o presidente que põe dinheiro no bolso ou aquela presidente que pela ganância do poder não vê limites em destruir a economia brasileira? Furtar um punhado de dinheiro é muito menos que furtar a esperança e a expectativa do futuro". 

Leia também:
"Se houver falta de voto, não há intervenção judicial que resolva", diz Gilmar Mendes sobre votação do impeachment
STF decide ações do governo e do PC do B para anular impeachment; assista

O jurista explicou que os mecanismos usados por Dilma para esconder artificiosamente a situação da economia nacional - as pedaladas - impactaram brutalmente a economia. E "quem está pagando o preço desse crime é a população mais pobre do país". 

Sobre os decretos não numerados, Reale Jr afirmou que Dilma passou por cima do Congresso Nacional. O jurista afirma que Dilma sabia que não tinha receita e que a lei não passaria no Congresso, por isso fez as despesas através de decretos sem número. 

"O conjunto da obra mostra a irresponsabilidade com que se conduziu a presidente da República. Senhores deputados, os senhores são os nossos libertadores. São os libertadores da nossa prisão. (...) Esse pedido de impeachment vem carregado de apoio popular. Portanto, essa petição é subscrita por milhões de brasileiros. (...) Dizem que é golpe. Repetem essa papagaiada porque não têm argumentos. Nosso pedido foi realizado com consciência, com análise dos fatos e de sua adequação à lei. (...) Mais graves do que as violações formais são as consequências decorrentes desses fatos. Pedalada é um crime lesa-pátria e vossas excelências vão responder a isso". 

Veja também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...