sexta-feira, 29 de abril de 2016

Senadora tenta depreciar autora de impeachment e acaba desmascarada


Imagem: Montagem / Folha Política
O deputado Antonio Imbassahy postou, em sua página do Facebook, parte da resposta dada pela professora Janaína Paschoal à senadora petista Fátima Bezerra. Imbassahy deu ao seu post o título de "resposta à altura". Janaína Paschoal lembrou à senadora Fátima Bezerra que a presidente Dilma, em sua época de guerrilheira, não lutou pela democracia, e sim pela ditadura do proletariado. 


Leia abaixo o texto do post de Antonio Imbassahy: 


RESPOSTA À ALTURA- A Senadora Fátima Bezerra (PT-RN) dirigiu-se à Professora Janaina Paschoal criticando-a por pedir o impeachment "de uma presidenta eleita" e acrescenta: "Não é uma presidente qualquer. É uma mulher que traz no corpo as marcas da tortura que sofreu POR DEFENDER A DEMOCRACIA no Brasil." A resposta de Janaina: "Prezada senadora: se Dilma foi ou não torturada, não sei. Ela diz que foi, mas ela também diz que nunca soube de corrupção na Petrobras; a senhora decide se a palavra dela merece ou não seu crédito, senadora. Agora, quanto a ter Dilma lutado pela democracia, prezada senadora, veja se consegue entender: Dilma foi membro da Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares), organização MARXISTA-LENINISTA (a senhora sabe o que é isso, certo?) que praticava assaltos, atentados e sequestros. Tais ações tinham como finalidade (que constava dos estatutos da referida organização, a senhora pode pesquisar) implantar no Brasil uma ditadura do proletariado, um regime de partido único que não permite liberdade de expressão, liberdade de associação partidária, imprensa livre, eleições, nada que vagamente se assemelhe à democracia que a senhora mencionou.

Leia também:
"Não lutávamos pela democracia, mas pela ditadura comunista", afirma Gabeira; veja o vídeo
Olavo de Carvalho desmascara declaração de Dilma sobre o Regime Militar; veja vídeo
Em vídeo, Dilma e F. Martins confessam crimes que cometeram no Regime Militar; Dilma diz ter orgulho
Eduardo Jorge desmente Dilma: 'Éramos a favor da ditadura comunista'; veja o vídeo

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...