quinta-feira, 30 de junho de 2016

Ao fim da fase de oitiva de testemunhas, estratégia de petistas é atacar Janaína Paschoal


Imagem: Reprodução / TV Senado
Após três semanas ouvindo depoimentos, a Comissão Especial do Impeachment encerrou nesta quarta-feira, 29, a oitiva de testemunhas. A defesa de Dilma arrolou 40 testemunhas, em uma tentativa de atrasar ao máximo os trabalhos da comissão. Mas a comissão fez as oitivas de forma célere, trabalhando em longas sessões. 


Na fase final, a defesa utilizou a estratégia de atacar a advogada Janaína Paschoal, autora do pedido, de todos os lados. A senadora Vanessa Grazziotin se referia à professora como "essa mulher" e tentava impedir Paschoal de falar. A senadora Gleisi Hoffmann, investigada na operação Lava Jato, exigiu que Janaína se calasse e causou tumulto: 


Janaína Paschoal ainda foi cercada por militantes no aeroporto de Brasília:


O senador Lindbergh Farias "denunciou" à imprensa que o juiz que ordenou a prisão do marido de Gleisi Hoffmann é orientando de Janaína Paschoal na Universidade de São Paulo. 

As agressões foram tantas que a OAB do Distrito Federal ofereceu ajuda à professora, na condição de advogada, por conta das violações de suas prerrogativas. 

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...