terça-feira, 7 de junho de 2016

Com prisão de Calheiros, petista Jorge Viana assumirá Senado em pleno impeachment


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Com a possível prisão do presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), o senador acreano Jorge Viana (PT-AC) poderá assumir a presidência do Senado e do Congresso, vindo a conduzir o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. A possibilidade causa reviravolta nos meios políticos em Brasília.


Leia também: 
Planalto corta pelo menos R$ 8 milhões de sites simpáticos ao PT
Deputado chama movimentos 'pelegos' de 'puxadinhos do PT' e provoca tumulto; veja
Dilma comete erro grosseiro, tenta jogar a culpa em pessoa da plateia e é ridicularizada por jornalista; veja
Juiz pede para não ter reajuste até que situação financeira do País ‘se estabilize’

O pedido de prisão do presidente do Senado foi formulado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em decorrência de possível obstrução da Justiça nas investigações da operação Lava Jato, conforme gravações do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, vazadas à imprensa.

No mesmo processo, Janot pede a prisão do também senador Romero Jucá e do ex-presidente José Sarney.


Jorge Viana é senador de primeiro mandado pelo estado do Acre, tendo sido prefeito da capital Rio Branco (1992/1996) e governador do estado do Acre por dois mandatos (1999/2002 e 2003/2006). Jorge Viana é grande aliado do ex presidente Lula, considerado um articulador e tem trânsito entre lideranças de todos os partidos.

Veja também: 

 




Acre ao Vivo
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...