terça-feira, 14 de junho de 2016

Marcelo Odebrecht bancou o movimento 'Volta, Lula' com milhões de reais


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O site Implicante relata que o empresário Marcelo Odebrecht, preso pela operação Lava Jato, pagou R$ 4,6 milhões ao Instituto Lula e R$ 3 milhões ao ex-presidente, para financiar o movimento "Volta, Lula". A informação foi revelada nas negociações de delação premiada de Marcelo Odebrecht. 
Leia abaixo trechos do texto do Implicante: 

Em 2014, vários setores da imprensa defenderam que o candidato do PT deveria ser Lula.
Leia também:
Gleisi Hoffmann tenta retrucar testemunha na Comissão do Impeachment e leva 'paulada'; veja 
Se não lembra, o Google registra, em dois levantes mais significativos, entre abril e agosto de 2014, as citações ao Movimento Volta Lula, ou à defesa de que o candidato nas eleições daquele ano não deveria ser Dilma Rousseff. Em delação premiada para a Lava Jato, Marcelo Odebrecht confessou que bancou a ideia com milhões de reais, sendo R$ 4,6 milhões em doações ao Instituto Lula, e outros R$ 3 milhões na contratação de palestras do ex-presidente.
A informação levanta suspeita sobre toda a ala da imprensa que propagava a ideia naquele inverno: teria abordado o assunto porque de fato comprou a ideia ou porque havia sido comprada por ela? Como Lula e o instituto que leva o próprio nome utilizou aqueles R$ 7,6 milhões de Marcelo Odebrecht?

Veja também: 



 
 

Luciana Camargo
Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...