domingo, 17 de julho de 2016

Delatores confirmam que MP da Leniência visava melar a Lava Jato


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Os jornalistas do site O Antagonista afirmam ter a informação de que os procuradores da força-tarefa da Lava Jato investigam a edição da MP da Leniência. A medida provisória foi editada por Dilma e foi intensamente criticada por permitir que empresas investigadas pudessem fazer acordos com o governo para continuarem tendo contratos, sem responder pelos seus crimes. Segundo O Antagonista, a própria edição da MP teria sido fruto de um crime, que os procuradores agora investigam. 

Leia abaixo o texto do Antagonista: 

Dilma Rousseff, como se sabe, atuou criminosamente para tirar Marcelo Odebrecht da cadeia.
Os depoimentos dos executivos da empreiteira à PGR já desmascararam as manobras do governo petista no STJ e na tentativa de suborno a Delcídio Amaral.
Mas há outra frente, igualmente explosiva, na mira dos investigadores.
O Antagonista foi informado de que a PGR está interrogando os delatores da Odebrecht sobre a escandalosa MP da Leniência, aprovada às pressas por Dilma Rousseff para tentar melar a Lava Jato.
Os procuradores de Curitiba já haviam denunciado a lei:
“A Medida Provisória n.º 703/2015, que no apagar das luzes do último ano institucionalizou o ‘acordão’ entre as empreiteiras, previu a possibilidade de acordo de leniência sem exigência do real compromisso de autoincriminação, com a facilitação do pagamento pela empresa de indenização em prejuízo da vítima e sem a necessidade do fornecimento de informações de fatos novos”.
Agora a PGR está demonstrando que o “acordão”, na verdade, foi fruto de um crime.

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...