quinta-feira, 7 de julho de 2016

'Foi uma carta com tom de palanque. Acho que foi inócuo', diz Janaína sobre defesa de Dilma


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A advogada Janaina Conceição Paschoal, que representa a acusação no processo de impeachment, afirmou que o depoimento enviado pela presidente Dilma Rousseff à comissão especial foi "inócuo" e que o ato foi transformado em um "palanque".

— Foi um discurso, não foi uma defesa. Pegaram argumentos que o advogado já vinha pontuando e compilaram. Foi uma carta com tom de palanque. Acho que foi inócuo — disse Janaina.
Leia também: 

Ela afirmou que faltaram elementos pessoais de explicação da presidente sobre os atos dos quais é acusada. Disse ainda que, politicamente, Dilma perdeu uma oportunidade de diálogo com a população.

O líder do PSDB, Cássio Cunha Lima (PB), fez leitura semelhante.

— Foi uma peça de propaganda política. É mais do mesmo. Tudo já foi dito. Não tem nada de novo. A presidente se recusa a comparecer porque os crimes foram cometidos — disse o tucano.

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) afirma que o depoimento de Dilma visa os processos judiciais que a presidente poderá enfrentar pelos mesmos temas.

— A defesa já está preparando outro fórum, no Supremo Tribunal Federal, e nos processos civil e criminal, onde se precisa comprovar dolo e outras questões. Aqui basta se constatar que houve crime de responsabilidade. Aqui não se julga a pessoa, mas a autoridade — disse a senadora.

Veja também:

 





Eduardo Bresciani
O Globo
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...